Viagens


Bombinhas SC: Guia completo sobre as praias

Post Patrocinado

Bombinhas em Santa Catarina tem nada menos do que 39 praias, incluindo a Praia de Bombinhas, Praia de Bombas, 4 Ilhas, Mariscal, Praia dos Ingleses e Zimbros. E acredite se quiser, uma praia mais linda do que a outra. A convite da Expedia Brasil, criei esse guia cheio de dicas sobre Bombinhas SC para você ficar por dentro do que fazer na cidade, onde comer e saber mais sobre o novo pedágio de Bombinhas que entrou em vigor agora em 2015.

Bombinhas SC - Dicas de viagem

A preservação ambiental em Bombinhas SC é muito importante e dá para notar pela cor da água do mar, eu frequento Bombinhas há mais de 10 anos e a cor da água continua incrivelmente limpa. Nada comparado ao mar de praias próximas como a praia de Balneário Camboriú, Bombinhas é muito mais limpa. Já sou habituée da praia e separei ótimas dicas de viagem sobre o que fazer em Bombinhas SC e dicas de restaurantes na cidade.

Bombinhas tem uma população de 17 mil habitantes, mas que é multiplicada por 10 vezes com os turistas quando chega o verão, sim, quase fica difícil achar um lugar ao Sol nas areias das praias, especialmente nas praias de Bombinhas e de Bombas, então, chegue cedo! A praia de Bombinhas é a mais movimentada, já suas águas do mar, não são tão movimentadas assim, a praia é mais calma, sem muitas ondas e é perfeita para curtir com a família.

Enquanto a praia de Bombas, que está praticamente ao lado de Bombinhas, já tem mais ondas e inclusive próximo ao costão, as ondas são tão boas que é possível surfar (no inverno, enquanto a praia fica vazia por lá, só dá os surfistas).

Península de Bombinhas SC

Com clima temperado, Bombinhas fica em uma península, garantindo muito mar. No verão, a temperatura média de Bombinhas é de 25˚C a 28˚C, mas chega facilmente ao 30˚C e poucos no alto verão, nos horários mais quentes.

As Praias de Bombas e de Bombinhas são as mais procuradas pelos turistas, brasileiros e argentinos em grande parte, por isso, vou falar mais sobre essas duas belíssimas praias no litoral de Santa Catarina.

• Praia de Bombas SC (Santa Catarina)

Praia de Bombas - Bombinhas SC
A Praia de Bombas é a primeira entre as duas, que na verdade são separadas por Ribeiro (uma pequena praia de pouco mais de 100m que fica entre Bombas e Bombinhas). A praia tem bastante areia quando a maré está baixa e um calçadão, que foi feito há pouco tempo, logo após o final da areia. A praia de Bombas em Bombinhas SC é ótima para tomar sol ou um banho de mar no verão. No final da tarde, próximo ao início da praia, uma galera sempre se junta para jogar vôlei. Frescobol é diversão dos brasileiros e argentinos de todas as idades, na beira do mar, é uma delícia aproveitar o esporte.

Em Bombas, tudo gira em torno da principal avenida da cidade a Av. Leopoldo Zarling, onde você vai encontrar os principais hotéis e restaurantes da praia. A avenida não é beira mar, mas é a primeira rua após a praia. A medida que você vai se afastando da praia, as ruas ficam cada vez mais residenciais e não há muito o que visitar. Restaurantes, hotéis, pousadas, sorveterias, mercado, lojas e farmácias ficam na Av. Leopoldo Zarling, por isso, você provavelmente vai encontrar tudo que precisa na praia por lá.

Se você quer se hospedar na praia de Bombas, procure um hotel ou pousada que não seja muito distante dessa avenida e da praia. Bombas também oferece várias opções de apartamentos ou casas para alugar durante a temporada.

• Praia de Bombinhas SC (Santa Catarina)

Praia de Bombinhas SCimagem: bombinhas.sc.gov.br

A praia de Bombinhas é a mais famosa, já que dá nome a cidade. Com mais de 1,2km de extensão, suas águas do mar são cristalinas e mais calmas do que as de Bombas, tornando a praia perfeita para passar as férias com a família. Sendo a praia mais famosa da cidade, espere ser a mais cheia. Na temporada, a areia fica repleta de guarda-sóis e gente.

Assim como na praia de Bombas, a de Bombinhas também tem seu centro comercial na principal avenida, a Av. Vereador Manoel José dos Santos (que também não é uma avenida beira mar, mas é logo após a primeira quadra). Restaurantes, lojas, hotéis e pousadas ficam nessa avenida.

Se você vai para conhecer a praia, a dica é ficar hospedado próximo à praia para evitar o trânsito do verão ou se ficar em apartamento, ter que carregar cadeira, guarda-sol e etc de muito longe.

 

• O que fazer em Bombas e Bombinhas SC

A praia é com certeza a principal atração turística das praias de Bombinhas, águas claras e limpas para o banho, mesmo em alta temporada. Relaxar nas areias da praia, tomar um banho de sol ou de mar e a diversão na areia são as principais coisas a se fazer por lá.
Mas para quem procura outras atividades e não quer ficar apenas relaxando na praia, Bombinhas também oferece outras opções de lazer e turismo:

Mergulho em Bombinhas - Santa Catarinaimagem: destinobombinhas.com.br

• Visitar outras praias da cidade: Bombinhas tem 39 praias, se você vai ficar alguns dias na cidade, vale visitar outras praias próximas da praia em que se hospedar. Todas elas são diferentes e cada uma tem a sua beleza natural.
• Trilhas e mergulho em Bombinhas: Já quem gosta de esportes, algumas praias em Bombinhas oferecem lugares lindos para trilhas e belos passeios com mergulho. Você pode fazer um passeio de barco com parada para snorkeling ou um com mergulho e até um turismo submarino. A Ilha do Arvoredo, que tem uma reserva biológica marinha é um dos destinos para quem quer mergulhar saindo das praias de Bombinhas.

• Verão e Carnaval em Bombinhas:

No verão e no Carnaval as praias de Bombinhas fervem! Ficam super cheias, e fazer qualquer coisa de carro, por menor que seja o trajeto, pode ser demorado. Então tudo que for perto e você puder fazer a pé, aconselho deixar o carro na garagem e evitar o trânsito.

Para o Ana Novo, a cidade sempre programa alguma atração em comemoração ao novo ano. Já durante o Carnaval, na Praia de Bombas acontece um Carnaval de rua, a Av. Leopoldo Zarling é fechada e é lá que a festa acontece durante a noite. Só, por favor, não espere nada comparado aos maiores carnavais do Brasil.

 

• Dicas de Restaurantes em Bombinhas:

restaurantes em Bombinhas

Minha dica de restaurante por lá é o Cesar Restaurante (Avenida Leopoldo Zarling, 413, Bombas – Bombinhas / SC), aberto o ano inteiro, é o meu preferido na praia. O restaurante fica na beira da praia de Bombas inclusive com algumas mesas que ficam praticamente na areia da praia, com bela vista do mar. O restaurante tem várias opções de pratos, especialmente com peixes e frutos do mar, a comida é uma delícia e o ambiente agradável (e a foto ilustrativa é um prato para 3 pessoas de lá).
Outra opção é o restaurante Casa da Lagosta, (Av Leopoldo Zarling, n˚ 1630, Bombas – Bombinhas), também com uma boa variedade de pratos.

Os principais restaurantes das duas praias estão em suas avenidas principais e com diferentes cozinhas, inclusive como mexicana e italiana, na praia de Bombinhas as opções são maiores do que em Bombas, já que a praia é maior.

 

• Pedágio em Bombinhas SC? Entenda como funciona:

Já está em vigor e é cobrado um “pedágio”: a Taxa de Preservação Ambiental (TPA) para a entrada nas praias de Bombinhas em Santa Catarina. O pedágio de Bombinhas será cobrado no período de 15 de novembro a 15 de abril para os visitantes que entrarem na cidade.

Como funciona a Taxa de Preservação Ambiental de Bombinhas

Nas duas entradas da cidade será registrado a placa dos veículos que entrarem em Bombinhas, o pagamento da taxa pode ser feito antes da entrada na cidade através do site da prefeitura de Bombinhas, durante a estadia na cidade no escritório central da TPA (Avenida Falcão, 1.501, Bairro de Bombas) ou em várias outros pontos credenciados pela cidade. Caso o pagamento da TPA não seja feito nem antes, nem durante a estadia, a pessoa receberá um boleto no endereço de registro veículo para o pagamento da taxa em até 30 dias. Proprietários de imóveis em Bombinhas estão isentos da taxa, no entanto, é necessário cadastrar seu veículo na Secretaria de Turismo de Bombinhas (Avenida Leopoldo Zarling, 2072, bairro Bombas).

A taxa tem duração de 24 horas por veículo para entrar e sair da cidade sem custo, mas se você vai ficar hospedado na cidade e vai sair apenas quando terminar a sua estadia, você vai pagar apenas uma vez. Ou seja, você só tem que pagar a taxa várias vezes se for entrar e sair de carro de Bombinhas em dias seguidos.
As taxas da TPA de Bombinhas são as seguintes:
• Motocicleta e motoneta: R$ 2,72
• Veículos de passeio: R$ 21,83
• Vans e micro-ônibus: R$ 43,67

As praias de Bombas e Bombinhas oferecem ótima infra-estrutura, seja de hotéis, pousadas  ou restaurantes e são praias lindas no sul do Brasil. Boa viagem!


Tour em Notting Hill (Londres) onde foi gravado o filme

Notting Hill é um clássico do cinema e o bairro de mesmo nome em Londres é lindo! Quem já conhece o bairro pelo filme vai adorar fazer um tour em Notting Hill, por onde foram filmado o filme e se encantar por esse bairro super charmoso de Londres.

Tour em Notting Hill - Londres

Como já comentei em outros posts de viagens aqui, eu adoro andar a pé e conhecer cada cantinho. Eu fiz esse tour quando estive em Londres no começo do ano passado e fiz sozinha (sem guia ou agência de turismo), pesquisei as locações do filme, anotei tudo e num frio dia de Janeiro, fui conhecer os lugares com a minha família, bom, na verdade a “guia” era eu. No trailer do filme você pode relembrar alguns locais e no final do post você confere um mapa com todos os lugares.

Então, vamos lá para o roteiro em Notting Hill com os lugares do filme em Londres:

Para começar esse tour por Notting Hill, se você for de metrô, você pode descer na estação Notting Hill Gate, uma das saídas da estação já saí de pertinho da nossa primeira parada no roteiro, o Coronet Cinema. Você pode fazer esse roteiro como um passeio a pé e ele vai levar em torno de uma hora, os lugares são próximos uns dos outros e se você for passear pelo Portobello Road Market, acrescente mais um tempinho na duração do passeio.

1. Coronet Cinema:

Coronet Cinema em Notting Hill - Londres

É no Coronet Cinema que o personagem William assiste ao filme Helix, aquele filme com Anna Scott (Julia Roberts). O cinema antes era um teatro que abriu em 1898, por isso seu interior todo requintado como vemos em “Notting Hill”.

Coronet Cinema em Nottinh Hill

• Endereço do cinema Cornet Cinema no filme Notting Hill:

103, Notting Hill Gate, Notting Hill, London.

 

2. Rosmead Gardens:

Rosmead Gardens no filme "Notting Hill"

No filme, William e Anna Scott pulam o muro de um jardim em Notting Hill, quem lembra da cena? Whoops-a-daisy! é a expressão meio antiquada que o personagem de Hugh Grant fala quando escorrega tentando pular o muro. Anyway, não tente repetir a cena no local e entenda o porquê:

Notting Hill tem vários jardins privados, são jardins que são mantidos pelos próprios morados da região e apenas quem tem a chave pode usar os jardins. Ou seja, entrar em propriedade privada é crime.

Rosmead Gardens em Londres

• Endereço do jardim que aparece no filme:

Rosmead Gardens: Rosmead Road, Notting Hill, London W11.

 

3. Casa de Bella e Max em Notting Hill:

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

A casa de Bella e Max no filme é uma das típicas casas coloridas que encontramos em Notting Hill, a do filme é uma verde que fica na Lansdowne Road. Nessa rua tem várias casas como essa, uma ao lado da outra, em cores diferentes.

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

• Endereço da Casa de Bella e Max no filme:

91 Lansdowne Road, Notting Hill, London W11.

 Quer mais dicas sobre Londres? Conheça meu Guia Completo da Oxford Street em Londres.

4. Portobello Road Market:

Portobello Road Market

Um dos lugares mais famosos de Notting Hill em Londres, é claro que o filme não poderia deixar de mostrar esse ponto turístico super famoso da cidade. O Portobello Road Market é como uma feira que funciona na rua de mesmo nome e aparece no início do filme, frutas, verduras e a famosa parte do mercado de antiguidades compõe esse mercado.

Portobello Road Market - Londres

• Endereço do Portobello Road Market:

Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

5. Loja no local onde era a Livraria de William em Notting Hill:

Loja Notting Hill - filme em Londres

No n˚ 142 Portobello Road, a mesma rua do mercado, fica uma loja com fachada azul em que foi a locação da livraria de William (Hugh Grant no filme). Vira e mexe o local tem uma loja diferente com a mesma fachada (super turística), quando estive lá no início de 2014, o local estava à venda. É ali que foi filmado a livraria de William.

• Endereço da loja Notting Hill:

142 Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

6. Livraria que inspirou a livraria de William:

The Notting Hill Bookshop - Londres

No entanto, a loja de livros que inspirou a loja de William (Hugh Grant) fica próxima ao local, mas fora da Portobello Road. A loja era chamada The Travel Bookshop e funcionava lá até 2011, depois mudou. Quando visitei em 2014, a loja atual era uma livraria, mas não de viagens como antes e é chamada de The Notting Hill Bookshop, mas tem uma plaquinha (essa redonda azul na foto) que conta que fez parte do filme.

• Endereço da The Notting Hill Bookshop (The Travel Bookshop):

13 Blenheim Crescent, Notting Hill, London W11.

 

7. Porta da casa de William Thacker (Hugh Grant) | William’s flat door

William's Flat door "Notting Hill"

A porta mais famosa de Notting Hill é a porta do local que ficou conhecido como a casa de William (Hugh Grant) no filme. A porta azul de quando foi gravado o filme foi leiloada (em um leilão de caridade) e substituída por outra preta mais “anônima” por um tempo, mas foi pintada novamente de azul para a felicidade dos turistas (uhul!). Mas as colunas e fachada estavam brancas e não tudo azul como no filme.

Endereço da casa de William Thacker em Notting Hill

• Endereço da casa de William Thacker no filme Notting Hill:

280, Westbourne Park Road, Notting Hill, London.

 

• Mapa com os pontos turísticos do tour do filme Notting Hill em Londres:

Notting Hill é um bairro super charmoso de Londres e é super gostoso de passear por lá, mesmo com os ventos frios do inverno londrino. É tão lindo e charmoso que qualquer lugar é lindo para um look do dia:

Look do dia em Notting Hill - Manu Luize


Onde comprar Macaron em Paris (os melhores macarons)

Onde comprar os melhores macarons de Paris

Ah, os macarons, os docinhos típicos de Paris são must quando visito a cidade ou quando encontro qualquer uma dessas pâtisseries (que em francês quer dizer confeitaria) em outras cidades. Mas onde comprar o macaron em Paris?

Não sei explicar bem a fascinação de um macaron, talvez seja mais por ter virado um símbolo da gastronomia associado à Paris. Quem nunca comeu o macaron, ele é feito de um merengue com farinha de amêndoa e recheado, geralmente, com ganache ou creme de manteiga. Ele é bem doce mesmo, pois vai bastante açúcar de confeiteiro na receita. Sim, sei comentar todos os ingredientes da receita, pois já fiz várias vezes em casa (confesso que o gosto fica muito bom, mas a aparência nunca fica muito apresentável ou fotogênica).

Mas, voltando aos macarons franceses, essas são as três pâtisseries que tem macarons incríveis para comprar em Paris, separei os principais endereços para quem quer comprar macaron em Paris próximo aos pontos turísticos da cidade.

Onde comprar macaron em Paris:

• Ladurée

Le Marquis de Ladurée em Paris - Macarons e chocolate

Le Marquis de Ladurée em Paris, essa é uma das lojas da Ladurée voltada para o chocolate. São doces e macarons, tudo de chocolate.

A Ladurée  é a pâtisserie mais clássica e famosa de Paris, mas também a mais fofa de todas elas, foi criada em 1862 e para mim tem os melhores macarons ever!

Com vários sabores, a Ladurée é a mais fashionistas dos macarons e realiza parcerias com estilistas e marcas da moda para criar edições limitadas dos famosos macarons. John Galliano, Matthew Williamson e Lanvin já criaram os seus. Atualmente a edição limitada é Pucci.

Macarons Ladurée: Onde comprar macaron em Paris

Preço: Uma caixa com 6 macarons da Ladurée custa 16,30 €, existem caixas com 8, 10, 40, 54, as posssibilidades são várias. E avulsos também.

– As principais lojas da Ladurée em Paris são a Louvre Carrosel (99 rue de Rivoli ), Ladurée Bonaparte (21 rue Bonaparte), Ladurée Royale (16-18 rue Royale), Printemps de la Maison, fica dentro da loja de departamentos Printemps (64, boulevard Haussmann), Ladurée Champs Elysées (75, avenue des Champs Elysées). A Ladurée também tem uma loja dentro do Palácio de Versalhes.

– Para encontrar todas as lojas e macarons da Ladurée em Paris ou em qualquer outro lugar do mundo é só visitar o site: Onde encontrar Ladurée e você escolhe o país para ver as lojas. Você também encontra a Ladurée em várias outras cidades do mundo como Londres, Milão, Nova York, Miami e, aqui no Brasil, em São Paulo.

 

• Pierre Hermé

Macarons Pierre Hermé em Paris - Onde encontrar

Les Incontournables de Paris, caixa de macarons Pierre Hermé.

A Pierre Hermé já é bem mais nova, criada em 1997 pelo chef pâtissier de mesmo nome, você encontra uma apresentação impecável e um sabor divino!  Nos macarons não tem muito o que inventar na apresentação (ainda que eles sejam usados em vários outros doces), mas na Pierre Hermé, assim como nas outras pâtisseries, também existem alguns macarons com sabores sazonais de acordo com a estação do ano.

Só encontrei essa minha foto de macarons Pierre Hermé, é de 2011, então não reparem na [falta] de qualidade da foto, ela não faz jus ao gosto dos macarons, que são muito bons.

Preço: a caixa com 7 macarons Pierre Hermé custa 18€. Também existem outros tamanhos de caixas.

– O endereço das principais lojas Pierre Hermé em Paris: nas Galleries Lafayette (40 boulevard Haussmann), 4 rue Cambon, 39 avenue de l’Opéra, 72 rue Bonaparte, 133 avenue des Champs Elysées. Para encontrar todas as lojas Pierre Hermé em Paris e no mundo: Onde encontrar Pierre Hermé. Além da França, o Reino Unido, Hong Kong e Japão são alguns dos outros países onde podemos encontrar macarons Pierre Hermé.

 Quer conhecer a cidade de Strabourg na França? Confira meu guia super completo do que fazer e ver em Estrasburgo.

• Paul

Macarons Paul em Paris

A Paul é uma padaria e confeitaria das tradicionais, criada em 1889, ela não tem tanta pompa na apresentação como as duas anteriores, mas tem um macaron enorme de framboesa que é uma delícia.

Preço: a Paul não vende online, então não consegui conferir o preço exato atual, nem consegui lembrar o valor dessa caixa com 12 macarons da foto. Mas se não me engano, o macaron “gigante” (ele é mais ou menos o dobro desse tamanho tradicional da foto) custou 1 €/ cada.

– Principais endereços da Paul em Paris: Paul Le Louvre (no jardim do Carrousel do Louvre), Paul Paris Opéra (25 Avenue De L’Opéra ), Paul Montmartre (168 rue de Montmartre), Paul Paris Champs Elysées (84 Av Des Champs Elysées). Encontre o endereço de todas as padarias e confeitarias Paul em Paris e no mundo: Onde encontrar Paul.

Caixa enorme de macarons Ladurée

“Versão ostentação” da caixa de macarons Ladurée, confesso que aceito de presente.

Todas essas confeitarias tem muito mais opções além de apenas macarons. A Ladurée e a Pierre Hermè tem outros doces e sobremesas lindíssimos e deliciosos. A Paul também tem outras opções de doces, salgados e um ótimo chocolate quente.

Separei essas três confeitarias em Paris porque são ótimas e especialmente porque são fáceis de achar, muitas estão próximas aos principais pontos turísticos de Paris, assim ninguém precisa dar uma super volta para achar um macaron delicioso durante uma viagem turística na cidade luz. Essas três também estão em vários outros países da Europa ou pelo mundo, então a dica vale para qualquer lugar que você visitar e encontrar essas três pâtisseries francesas de qualidade.

Quer uma super dica em Paris? Conheça a farmácia Citypharma em Paris, uma farmácia com os melhores preços e ofertas de cosméticos em Paris.


Turismo: Viagem para Strasbourg (Estrasburgo) na França

Pontos turísticos em Estrasburgo na França

Strasbourg (ou Estrasburgo em português), na França, é considerada uma das cidades mais bonitas da Europa e seu centro histórico foi definido como patrimônio mundial da Unesco. Além de apreciar as belas vistas e sua arquitetura, o que fazer em Strasbourg? Quais pontos turísticos visitar na cidade? Aonde ir? Onde comer? Como se locomover? Separei dicas de viagem sobre tudo isso para sua viagem à Estrasburgo ser a mais proveitosa possível e com um mapa com todos os pontos citados aqui que encontra-se ao final desse post.

Se você prefere o assistir ao meu vídeo onde falo tudo sobre Strasbourg, dê o play no vídeo abaixo (caso prefira ler o post, pule o vídeo):


Turismo: Tudo sobre Strasbourg (Estrasburgo) na França

• Um pouco sobre Estrasburgo na França:

Strasbourg está na região da Alsácia na França e fica super próxima à fronteira com a Alemanha. A cidade já foi uma república independente, foi anexada à França, pertenceu à Alemanha e depois voltou a ser um território da França, por isso, traz influências dos dois países na sua arquitetura, costumes e história. É a capital dessa região francesa e é a cidade oficial do Parlamento Europeu, escolhida na unificação da Europa como sua cidade-sede. Estrasburgo tem um bairro com arquitetura contemporânea que fica próximo a outros bairros com arquitetura super antiga. Essa é uma característica de várias cidades européias, o antigo está lado a lado com o moderno e acho isso incrível.

Estrasburgo fica na região da Alsácia na França

Estrasburgo fica na região da Alsácia na França.

A cidade é linda e você poderia passar vários dias conhecendo e visitando pontos turísticos e museus, mas se você tem apenas um dia ou vai passar pouco tempo confira os principais lugares para visitar e o que fazer em Strasbourg com um roteiro dos lugares que visitei na cidade em um único dia.

• Chegando em Strasbourg:

Estação de trem Estraburgo - França

Estação de trem de Estraburgo – França

Se você chega à cidade de trem pela Gare Centrale (a estação central), você já está perto do centro histórico e pode ir a pé para as principais atrações turísticas de Estrasburgo. Eu adoro passear a pé pelas cidades, você vai conhecendo todos os cantinhos e pode se deparar com lugares super interessantes, que não teria visto se estivesse de carro.

Dentro da própria estação de trem, tem um Office de Tourisme de Strasbourg (existem placas indicando sua localização), ele é um local de informações turísticas. Onde você pode comprar um mapa da cidade, guias ou tirar suas dúvidas. Se você vai explorar a cidade a pé, é interessante ter uma mapa (não lembro o valor exato, mas ele custou algo como 2 ou 3 euros).  Lá você também encontra pequenos guias com várias informações turísticas, inclusive com informações sobre compras e gastronomia (esses guias são gratuitos ou gratuitos na compra de um mapa da cidade). Se você quer aprender algumas palavrinhas em francês para pedir informações na França, assista ao vídeo no início desse post.

Guias de Viagem de Strasbourg na França

Alguns dos Guias de Viagem de Strasbourg que você encontra no Office de Tourisme dentro da Estação Central de trem da cidade.

Você pode conhecer os principais lugares de todo o centro histórico da cidade, que é a Grande-Île, a pé. Caso esteja de carro, você vai precisar deixar o carro em um estacionamento, pois boa parte da Grande-Île é apenas para pedestres, que em francês é a chamada “Zone piétonne” (que significa exatamente isso: “zona de pedestres”). Existem alguns estacionamentos próximos ao centro histórico e alguns dentro dele.

• Principais pontos turísticos de Strasbourg: Catedral de Notre-Dame, Petite France (bairro), Palais Rohan, Instituições Européias (Parlamento Europeu, Conselho Europeu), Museu do Chocolate (Les Secrets du Chocolat), Museu de Arte Moderna e Contemporânea, Museu da Alsácia, Le Musée de l’œuvre Notre-Dame.

Se você vai passar apenas um dia em Estrasburgo, eu faria o seguinte roteiro de viagem na cidade: Catedral de Notre-Dame, Petite France, Palais Rohan, Instituições Européias, conhecendo alguns deles através de um passeio de barco (um passeio incrível que super indico para quem visita Strasbourg, mais informações sobre esse passeio mais abaixo).

• Principal ponto turístico de Estrasburgo: Catedral de Notre-Dame de Strasbourg

Ponto Turístico em Strasbourg: Catedral de Notre Dame de Strasbourg

O principal local e must-do na cidade é visitar a Catedral de Notre-Dame de Strasbourg. A catedral de estilo gótico foi construída ao longo de mais de quatro séculos (1015 a 1439) e tem 142 metros de altura, até o séc. XIX era a mais alta do ocidente. A catedral traz uma riqueza de detalhes e esculturas incrível em seu exterior.

Seu interior também é repleto de detalhes e é lá que está o Relógio Astronômico (l’horloge astronomique), decorado com o estilo do Renascimento que data do séc. XVI. Na catedral, você pode ter uma vista da cidade, para isso, basta visitar a plataforma da catedral subindo 332 degraus.

Endereço: Place de la Cathédrale, Strasbourg. Entrada: gratuita para visitar a Catedral | Entrada Relógio Astronômico: 2 euros | Entrada Plataforma: 5 euros (gratuito com o Strasbourg Pass) | Horário: das 7h às 11:20h e de 12:35h às 19h (fechado para visitas aos domingos de manhã)

Quer saber onde comprar os melhores macarons na França? Conheça o TOP 3 macarons de lá.

• La Petite France:

Petite France: Ponto turístico em Strasbourg

(more…)


6 marcas de maquiagens para comprar em Londres

O Reino Unido tem várias marcas de maquiagens super legais e algumas, inclusive, são boas e baratinhas. Separei seis marcas entre mega baratinhas de farmácia e outras que custam um pouquinho mais, mas que ainda assim, possuem ótimos preços para comprar quando você for visitar Londres. Todas essas marcas você encontra em farmácias como a Boots ou a Superdrug, ou em lojas de departamentos na capital da Inglaterra. Na Oxford Street, rua que adoro para fazer compras, você vai encontrar quase todas elas, para ver meu guia e um mapa de compras na Oxford Street, clique aqui. Chamei o post de marcas para comprar em Londres, mas se você estiver em alguma outra cidade do Reino Unido, provavelmente também vai encontrar a maioria delas ou pode comprar online nos sites das lojas/farmácias que citei aqui.

6 marcas de maquiagem para comprar em Londres

6 marcas de maquiagens super legais para você comprar quando for a Londres, sendo 3 delas super baratinhas.

Prefere assistir ao meu vídeo mostrando as 6 marcas de maquiagem britânicas para comprar em Londres? Dê o play (prefere ler o post? pule o vídeo)

Ou assista ao vídeo direto no youtube: 6 Marcas de maquiagem britânicas para comprar em Londres.

• Marcas de maquiagem baratas para comprar em Londres: Maquiagens boas e baratas para comprar em Londres

1. MUA (Make Up Academy):

A MUA (Make Up Academy) é uma daquelas marcas de maquiagens que você encontra em Londres na farmácia Superdrug e é mega barata, por exemplo, essa paleta da foto com 12 cores de sombras custa apenas £4 (essa é a paleta “Heaven and Earth” e também tem várias outras opções de cores das com 12 sombras). Falando das sombras da marca, achei a pigmentação e fixação ótimas, especialmente pelo preço de £4 em 12 cores de sombras. A MUA também tem batons, esmaltes, lápis e várias maquiagens, todas sempre super baratas.

2. Collection (antes a marca era chamada Collection 2000):

A marca de maquiagem Collection antes era chamada de Collection 2000, mesmo com o novo nome, as maquiagens continuam baratinhas. Na foto, a maquiagem da Collection que eu ainda tenho é o Cream Puff Lip Cream, uma espécie de gloss/batom líquido que tem efeito matte e custa £2.99, a duração do produto nos lábios também é ótima. Além desse lip cream, também já usei uma das máscaras para cílios da marca, acabei não encontrando ela para vender no site da Boots, então talvez ela tenha saído de linha ou mudado de nome quando a marca passou a se chamar apenas Collection, era a Big Fake Lashes Effect Mascara, que tem um pincel grosso e dava bastante volume para os cílios. As máscaras que permanecem na marca também tem modelos com esse pincel grande e custam em média de £2.99 a £3.99. Gostei da máscara, inclusive havia trazido umas três, mas apesar de ela ser boa, ela seca rápido na embalagem, então achei que não compensa trazer várias de “estoque”, mesmo ficando fechada e lacrada, quando abri a última que havia trazido, já estava meio seca e não dava para usar direito.

3. Rimmel

A Rimmel provavelmente é a marca de lá mais conhecida aqui no Brasil, pelo menos de nome, já que virou um sinônimo de máscara para os cílios por aqui. Mas a marca tem muitos produtos além de “rímel”, base, pó, blush, sombras, batons, inclusive batons em parceria com a Kate Moss. A Rimmel também é marca de farmácia e pode ser encontrada na Boots, dentre essas marcas de maquiagens baratinhas que citei para comprar em Londres, a Rimmel é um pouquinho mais cara que a Collection e a MUA, mas ela também é uma marca barata. Com mono sombras por £4.49, máscara para cílios em média por £5.49 – £6.99 e batons por £4.99 a £6.49.

 

• Marcas de maquiagem para comprar em Londres:

Marcas de maquiagens para comprar em Londres

4. Illamasqua

A Illamasqua é uma das marcas locais que vem se destacando em maquiagens, com uma enorme variedade de produtos, ela é encontrada em lojas próprias em Londres ou em lojas de departamentos como a Selfridges (que fica na Oxford Street em Londres). Por ser uma marca com muito mais opções e que você encontra em corners ou loja própria, você pode experimentar os produtos e pedir auxílio às vendedoras para achar as cores certas e testar tudo. Especialmente com produtos como base, corretivo e pó, gosto de ter uma “opinião extra” com respeito à qual cor escolher.

A marca tem uma qualidade muito boa e eu gosto bastante, com relação aos preços, a base da foto é a Skin Base Foundation, que custa £32, os batons da Illamasqua custam £18.50 e gloss £16.50 – 18.50.

5. Burberry Beauty

A começar pelas embalagens lindas, a Burberry é daquelas linhas de maquiagem high end, com as embalagens luxuosas, mas também, com qualidade. Lembra que comentei que a máscara de cílios da Collection ficou seca quando fui abrir para usar, mesmo fechada e lacrada? A máscara da Burberry eu comecei a usar depois ainda dessa da Collection e confesso que já tinha aberto ela uma vez para dar uma testadinha e adivinha só? Ainda estava ótima mesmo depois de um tempão (quando falo um tempão, foi coisa de um ano), por isso que quando queremos qualidade, essas marcas que acabam sendo mais caras, costumam trazer mais qualidade (claro que nem sempre é o caso, mas geralmente a qualidade e pesquisa tornam o produto mais caro).

A Burberry também tem uma linha bem completa de maquiagens e tem ótimas opções de cores neutras, eu adoro os batons “cor de boca” da marca. O batom Burberry custa £ 23, a máscara para cílios é £ 22 e a base Burberry Velvet Foundation, £ 35. Um dos locais onde a Burberry Beauty está disponível é na loja de departamentos Harrods.

6. Liz Earle

Conheci a Liz Earle recentemente, apenas esse ano, ganhei um blush da marca no press kit da apresentação da coleção de F/W 2014.15 do Markus Lupfer (que trouxe uma coleção tipicamente britânica, inspirada em várias características do Reino Unido, por isso, no press kit trouxe produtos britânicos). A Liz Earle é um pouquinho mais cara que as marcas de farmácia que comentei aqui, mas não chega ao preço de marcas como a Burberry Beauty e também é um pouco mais barata que a Illamasqua. Na foto do início do post, o blush da marca (que eu adorei) custa £16.50 e os batons da Liz Earle custam £14. A marca é vendida em lojas próprias, na Boots e na loja de departamentos John Lewis que fica na Oxford Street em Londres.

Uma dica legal é você conferir os sites das marcas e farmácias para saber quais são as variedades de produtos e cores (ou já ficar por dentro dos preços de tudo), tem muita coisa, mesmo! E outra dica, é fazer uma listinha no estilo wishlist com as maquiagens e cores que você quer comprar de cada marca, assim, você não esquece de comprar nada que queria e, se por acaso estiver com pouco tempo para compras, também facilita bastante. Mas o mais legal de tudo, é você ter tempo para conhecer marcas que não encontramos para vender aqui no Brasil, a super farmácia Boots é “um prato cheio” para fazer isso, aproveite para conhecer a Boots principal da Oxford, ela é enorme (confira o endereço, um mapa e mais informações no meu Guia de Compras na Oxford Street aqui no blog)! E tem uma infinidade de marcas de beleza, maquiagem, produtos para rosto e corpo, muita coisa para ficar bem louca lá dentro.

Confira meu Guia de Compras Completo na Oxford Street aqui.


A Beleza de Veneza – Pontos Turísticos – Parte 2

Em abril falei um pouco sobre Veneza (aqui), suas ilhas e alguns dos seus principais pontos turísticos (a Basílica de San Marco, o Palazzo Ducale e o Museo Correr). Nessa segunda parte, separei mais dois outros pontos turísticos da bela cidade para visitar: o Museo di Palazzo Mocenigo e Centro Studi di Storia del Tessuto e del Costume e o Ca’Rezzonico.

Veneza: Principais pontos turísticos da bela cidade italiana

• Museo di Palazzo Mocenigo e Centro Studi di Storia del Tessuto e del Costume:Palazzo Mocenigo em Veneza - ItáliaComo fashionista, o Palazzo Mocenigo era um dos palácios que eu mais queria visitar em Veneza, junto com o Centro Studi di Storia del Tessuto e del Costume, no palácio estão expostos vestidos e costumes dos séculos XVII e XVIII, além de um pouco sobre o percurso do perfume.

Foi o palácio mais cheiro que já visitei, no lugar do “cheiro de antigo” que alguns desses lugares tem, o Palazzo Mocenigo é super perfumado.

Roupas dos séculos XVII e XVIII no Palazzo Mocenigo em Veneza - Itália

Apesar de algumas salas terem expostas as vestimentas da época, também visitam-se as salas do palácio como em todos os outros, por isso, homens e pessoas não interessadas em moda também tem muito o que ver no Palazzo Mocenigo.

Roupas dos séculos XVII e XVIII no Palazzo Mocenigo em Veneza - Itália

Palazzo Mocenigo
Endereço: Santa Croce 1992, Veneza – Itália. | Horários: 10h – 16h (de 1˚ de novembro a 31 de março) e 10h – 17h (de 1˚ de abril a 31 de outubro). Fechado às segundas-feiras edias 25/12, 01/01 e 01/05. | Entrada: 8 euros. | Site oficial: Palazzo Mocenigo.

O Palazzo Mocenigo é um dos museus cívicos de Veneza que está incluso no Museum Pass, um passe super interessante para quem pretende visitar museus e palácios em Veneza, saiba tudo sobre o passe e os museus incluídos aqui: Museum Pass Venezia.

 

• Ca’Rezzonico:Ca'Rezzonico em Veneza - Itália

O Ca’Rezzonico é considerado o Museu do Séc. XVIII de Veneza, o palácio começou a ser construído em 1649 e foi finalizado pela família Rezzonico em 1756.

São várias salas, salões e andares para se visitar e muitas obras de arte, por isso, reserve tempo para visitar o palácio e não precisar passar correndo por tudo sem ter tempo de apreciar todos os detalhes (que são muitos!).

Ca'Rezzonico em Veneza: O museu do séc XVIII

Ca'Rezzonico em Veneza: O museu do séc XVIII

Ca’ Rezzonico:

Endereço: Dorsoduro 3136, Veneza – Itália | Horários: 10h – 16h (de 1˚ de novembro a 31 de março) e 10h – 17h (de 1˚ de abril a 31 de outubro). Fechado às terças-feiras e dias 25/12, 01/01 e 01/05. Entrada: 8 euros. (O Ca’Rezzonico também está incluso no Museum Pass de Veneza). | Site oficial: Ca’ Rezzonico.


A coleção permanente de moda do Victoria & Albert Museum

O V&A Museum é um museu de Londres dedicado às artes decorativas e, que como a maioria dos museus na cidade, tem entrada gratuita para a coleção permanente. A primeira que vez que fui para Londres em 2011, o parte de moda do museu Victoria & Albert estava fechada para reforma o tempo todo que estive na cidade, por isso, não pude conhecer aquela vez.

Quando fui à Londres novamente no final do ano passado, claro que o V&A já estava na minha lista de museus para visitar e, dessa vez, a coleção de moda não estaria em reforma.

Christian Dior no Victoria & Albert Museum em Londres

A história da moda contada através de peças que se tornaram ícones ao longo dos anos, para quem gosta de moda, o V&A Museum é muito amor, vontade de morar lá dentro.

Christian Dior, Elsa Schiaparelli, Lanvin, Roger Vivier, muitos nomes conhecidos da moda estão por lá, assim como peças e vestidos de séculos ainda mais antigos.

Confira algumas peças em exposição no museu V&A das décadas do século passado:

Coleção de moda: 1905-1915 no Victoria & Albert Museum em Londres

Coleção de moda: Anos 1920s Victoria & Albert Museum

Coleção de moda: Anos 1930s Victoria & Albert Museum

Elsa Schiaparelli - 1937 no Victoria & Albert Museum em Londres

Coleção de moda do V&A Museum: 1940s

Coleção de moda do V&A Museum: 1950s

Sapatos Roger Vivier para Dior

Coleção de moda 1960s e 70s

O Victoria & Albert Museum em Londres já era um dos meus museus preferidos na cidade, depois de finalmente conhecer a coleção de moda, é meu museu favorito em Londres.

O Victoria & Albert Museum fica super perto das lojas de departamento Harrods e Harvey Nichols, dá pra ir a pé tranquilamente para as lojas depois, ou antes, do museu, aproximadamente uns 10 minutos andando. Eu adoro andar por Londres e não me incomodo com as distâncias, amo andar e descobrir novos lugares e essa região entre o museu e as lojas é super a cara de Londres e, claro, linda.

Victoria & Albert Museum em Londres

Victoria & Albert Museum:

• Endereço: Cromwell Road, London SW7 2RL.

• Metrô: South Kensington ou Knightsbridge (escolha esse se for aproveitar para ir às lojas antes, tem uma saída ao lado da Harrods).

• Entrada: Gratuita para a coleção permanente, assim como nos outros museus com entrada free em Londres, você pode fazer uma pequena doação ao museu ou aproveitar para comprar souvenirs e livros na loja do museu. Exposições temporárias são pagas.


Como visitar o Castelo de Heidelberg – Alemanha

Em dezembro saí do Brasil com o destino à Europa, para viajar por alguns meses, agora que estou de volta, vou separar vários lugares, pontos turísticos e cidades que conheci e visitei para escrever com calma e com várias dicas de viagem.
A Alemanha foi minha primeira parada e uma das cidades que visitei foi Heidelberg. Seu principal ponto turístico: o Schloss Heidelberg, que em português é chamado de Castelo de Heidelberg.

Castelo de Heidelberg - Alemanha | Schloss Heidelberg Primeira coisa, se você não fala alemão, não se apavore! Muita gente fala inglês, especialmente os jovens e mesmo os que não falam, provavelmente vão tentar te entender e te ajudar. Claro que é legal aprender umas palavras básicas como “oi” (“Hallo”), obrigada =”danke schön”, tchau = “tschüs”, por favor = “bitte schön” e com licença = “entschuldigung”, quem sabe até um “Entschuldigung, sprachen Sie Englisch?” (com licença, você fala inglês?) calma a escrita assusta, mas procure vídeos no youtube para saber como falar essas palavrinhas. Apesar dos sempre típicos comentários de “europeus fechados”, achei o povo alemão muito educado e prestativo na hora de tentar ajudar, só não vai chegar dando “oi” com beijo no rosto igual no Brasil. Voltando ao castelo…

• Como chegar no Castelo de Heidelberg?

Chegando na estação central de trem de Heidelberg, na frente você encontra pontos de ônibus e deve pegar a linha 33 que vai para o castelo e descer no stop Bergbahn. Se por acaso estiver meio sem saber pra onde ir, tem um escritório de informações turísticas próximo à estação de trem, é só passar por lá para pedir informações.

Como chegar no Castelo de Heidelberg - Mapa

imagem: Heidelberg Palace site

Para chegar no castelo, você precisa pegar um funicular (aquele “trenzinho” que vai subir e te levar ao castelo, igual ao que tem em Paris para subir até a Sacre Cœur), o nome é o mesmo do stop do ônibus: Bergbahn. O funicular já está incluso no valor da entrada do castelo e você compra o bilhete lá embaixo na entrada, antes de pegar o funicular.

Estação do Castelo de Heidelberg - Alemanha

Chegando na estação do Castelo de Heidelberg, após subir com o funicular, (de costas para a estação) o castelo está do seu lado direito.

Castelo de Heidelberg - Alemanha

O Castelo de Heidelberg (Schloss Heidelberg) começou a ser mencionado em 1225 e, depois, foi considerado um dos grandes castelos do Renascimento. De acordo com o site oficial do Schloss Heidelberg, no século XVII, o Castelo de Heidelberg era considerado a oitava maravilha do mundo.

Castelo de Heidelberg - Alemanha

A primeira parte do Castelo de Heidelberg são essas ruínas, já comentei aqui, adoro visitar lugares antigos e cheios de histórias, mesmo que sejam apenas fragmentos e ruínas do que sobrou dessa parte do castelo, acho incrível como isso ainda está lá, “de pé” depois de tantos anos:

Castelo de Heidelberg - Alemanha

Ao lado dessa parte do castelo, uma vista linda lá debaixo. Estava frio, estava nublado, mas estava lindo de qualquer jeito, olha só a vista lá do Castelo de Heidelberg:

Vista do Castelo de Heidelberg - Alemanha

Castelo de Heidelberg - Alemanha

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg

No Castelo de Heidelberg também está o Deutsches Apothekenmuseum (German Apothecary Museum), o museu da farmácia. Você já foi até o outro lado do mundo, já que já está lá, por que não aproveitar para conhecer? O museu não é muíto grande, não é preciso muito tempo para visitá-lo.

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg (Deutsches Apothekenmuseum).

Se você estiver por perto de Heidelberg, não deixe de visitar o Castelo de Heidelberg, é lindo!

Schloss Heidelberg
• Ingresso de entrada do Castelo de Heidelberg (incluso funicular, Schloss Heidelberg e Deutsches Apothekenmuseum):
Adulto: € 6.00
Reduzido:  € 4.00
• Horário:
Segunda-feira – domingo: 08:00 – 18:00h (última entrada às 17:30h)
24 de dezembro: 08:00 – 13:00h
25 de dezembro: fechado
Endereço: 69117 Heidelberg, Alemanha.


Vitrine em Asolo na Itália

Itália: um país incrível e lindo em que a moda está por tudo, onde você encontra Prada por tudo e Giuseppe Zanotti em cidade de 36km².

No início do ano visitei uma cidade chamada Asolo, uma cidade medieval no norte da Itália. Deixando de lado a beleza da cidade (adoro lugares históricos, antigos e belos) e falando de moda, foi nessa pequena cidade italiana que comecei a perceber o real sentido de design na Itália, mesmo pequenas lojas, restaurante e bares são super “pensados”, cheios de estilo, essa é a itália!Asolo no norte da ItáliaEncontrei uma pequena loja com uma vitrine super criativa e não era a única em Asolo, outras lojas, inclusive de roupas vintages também tinham vitrines super arrumadinhas e diferentes do básico “manequim e a roupa”. Olha só essa aqui que no lugar das cabeças (ou a falta delas), substituiu-se por cabeças de animais:

Vitrine criativa de loja em Asolo na Itália

Em Bassano Del Grappa (onde eu estava morando), outra cidade que eu também chamaria de pequena, as vitrine também eram elaboradas além do modelo manequim-roupa, assim como várias outras cidades pequenas que visitei na Itália. Diferente da Alemaha, por exemplo, em que eu via muito o típico modelo básico em lojas menores e algumas multimarcas.

Não é à toa que a Itália é super conhecida pelo design, é super fácil perceber isso nas lojas, restaurantes e até nos bares.


Look do Dia em Sirmione no Lago di Garda – Primavera 2014

Ciao!

Para aproveitar meus últimos dias na Itália, na sexta-feira, fui conhecer o Lago di Garda e escolhi uma das cidades que fazem parte do lago, a que dizem ser a mais bonita: Sirmione. Adorei, a cidade é simplesmente linda!

Com a primavera na Itália, tempo de vestidinhos e pernas de fora. Entrei no clima balneário e apostei em um vestido com chapéu para conhecer a bela Sirmione:

Look do dia em Sirmione

Look do dia: Vestido: H&M | Bolsa: H&M | Sapatilhas: Arezzo | Lenço (pendurado na bolsa): Asos

 

Look do Dia em Sirmione no Lago di Garda na Itália

A foto foi na Grotte di Catullo, ruínas romanas que ficam em Sirmione e tem uma vista incrível para o Lago di Garda, um dos lugares mais bonitos que já visitei. Olha só essa vista maravilhosa:Grotte di Catullo em Sirmione, Lago di Garda na Itália.

Em breve escrevo um post sobre a cidade de Sirmione e o Lago di Garda na Itália, um lugar incrível para se conhecer.

UPDATE:

Quer saber tudo sobre a cidade de Sirmione no Lago di Garda na Itália? Dá o play e assista ao vídeo abaixo com dicas de turismo, o que visitar e o que fazer nessa belíssima cidade italiana:



Page 2 of 41234