Tag: Reino Unido


TOP 10 Castelos na Europa para encantar

Confira um TOP 10 castelos na Europa para encantar e conhecer muita história em sua viagem.

Simplesmente tenho uma fascinação indescritível por castelos e também inexplicável, toda a história por que já passaram e quanto mais antigo, melhor! Por isso, castelos sempre estão no meu roteiro de viagem para qualquer lugar que tenha um e a Europa é cheia deles. Separei um TOP 10 castelos na Europa que são encantadores e quase mágicos para vocês visitarem.

Castelos na Europa - Viagem

Na foto o Castelo de Neuschwanstein, um dos mais lindos e mágicos que eu já visitei.

Existe uma diferença entre castelo e palácio (castelo seria mais rural e eles surgiram para proteger os feudos na idade média, já o palácio é urbano), mas adoro visitar os dois tipos e a lista inclui castelos e palácios na Europa. Ambos foram criados para a realeza e nobres e, exatamente por isso, costumam ser super luxuosos.

Países como França, Itália, Alemanha e Reino Unido estão repletos de castelos e, claro, não são os únicos países na Europa a ter castelos e palácios maravilhosos, mas são os que estão nessa lista de castelos na Europa. Entre os mais famosos estão o Castelo de Neuschwanstein na Alemanha, o Palácio de Versalhes na França e o Castelo de Windsor no Reino Unido, que também estão entre os 20 castelos mais visitados no mundo (em lista divulgada pelo site Travel+Leisure).

 

1. Castelo de Neuschwanstein

Castelo de Neuschwanstein próximo a Füssen - Alemanha

Se você pensar em um castelo de conto de fadas, é o de Neuschwanstein que vem à memória. Dizem ser o castelo real que inspirou Walt Disney no castelo símbolo da Disney. O Castelo de Neuschwanstein é um castelo do século XIX que fica em Hohenschwangau, próximo a Füssen na Bavária (Alemanha). O castelo foi construído para Ludwig II da Bavária e foi aberto ao público após a sua morte, em 1.886. A foto mais típica do castelo é essa que abriu o post com o castelo de lado que é todo branco, mas a sua entrada é essa da última foto “cor de tijolo”.

O Castelo de Neuschwanstein é um castelo na Europa realmente incrível, que também tem vistas maravilhosas (como a da foto logo abaixo que ainda considero uma das mais lindas que já fotografei até o momento). Lá tem dois castelos, o outro é o Castelo de Hohenschwangau, esse amarelo que aparece nessa foto:

Vista do Castelo de Neuschwanstein

 

2. Palácio de Versalhes (Domínios de Versalhes)

Palácio de Versalhes - França

Outro entre os castelos mais visitados do mundo, o Palácio de Versalhes fica no Domínio de Versalhes, que na verdade tem 3 castelos: o Palácio de Versalhes, o Grand Trianon e o Petit Trianon. O palácio é o mais conhecido e muita gente às vezes nem sabe da existência dos outros dois ou especialmente do Petit Trianon. Mas os três são castelos lindíssimos e vale separar um dia inteiro para poder visitar os três em Versalhes.

A construção do Palácio de Versalhes começou com um pequeno castelo em 1624, mas foi Louis XIV que o tornou um dos maiores palácios do mundo na época. O Palácio de Versalhes é extremamente luxuoso, com muito ouro, dourado, luxo e ostentação. Com uma variedade de jardins e lugares para visitar, o Domínio de Versalhes é enorme, então prepare-se para andar bastante quando for visitá-lo. Próximo à Paris, você pode chegar em Versalhes com o trem regional de Paris e passar o dia visitando os castelos.

 

3. Louvre:

Louvre em Paris

Não se deixe enganar pelas modernas pirâmides do Louvre, o museu já foi um palácio e hoje é o 2˚ castelo mais visitado no mundo inteiro (com mais de 9 milhões de visitantes por ano). O Louvre original era uma fortaleza que teve sua construção completa em 1202 e hoje suas “ruínas” e descobertas arqueológicas estão no museu na área medieval.

De 1360 a 1380, a fortaleza foi transformada em um Palácio e passou a ser a residência da família real em Paris até a mudança com Louis XIV para Versalhes em 1682. E, após 1793, o Louvre passou a ser um museu. Como os grandes palácios luxuosos da Europa, além das obras de arte do museu, existe muito o que ver no Louvre, como as paredes e tetos que são obras de arte por si só.

 

4. Palácio de Hampton Court

Palácio de Hampton Court na Inglaterra

Na Inglaterra, o Palácio de Hampton Court ficou famoso por ser a residência do rei Henrique VIII. Ele começou a ser construído em 1514 pelo Cardinal Thomas Wosley e depois passou para Henrique VIII, que ampliou o palácio. Quem assistiu a série “The Tudors” ou conhece a história do rei, provavelmente está familiarizado com os nomes. Após Henry VIII, no século seguinte, o palácio foi ampliado para ser um rival do Palácio de Versalhes, por isso ele tem construções com arquiteturas tão diferentes. Esse é o outro lado do Palácio de Hampton Court: (more…)


Tour em Notting Hill (Londres) onde foi gravado o filme

Notting Hill é um clássico do cinema e o bairro de mesmo nome em Londres é lindo! Quem já conhece o bairro pelo filme vai adorar fazer um tour em Notting Hill, por onde foram filmado o filme e se encantar por esse bairro super charmoso de Londres.

Tour em Notting Hill - Londres

Como já comentei em outros posts de viagens aqui, eu adoro andar a pé e conhecer cada cantinho. Eu fiz esse tour quando estive em Londres no começo do ano passado e fiz sozinha (sem guia ou agência de turismo), pesquisei as locações do filme, anotei tudo e num frio dia de Janeiro, fui conhecer os lugares com a minha família, bom, na verdade a “guia” era eu. No trailer do filme você pode relembrar alguns locais e no final do post você confere um mapa com todos os lugares.

Então, vamos lá para o roteiro em Notting Hill com os lugares do filme em Londres:

Para começar esse tour por Notting Hill, se você for de metrô, você pode descer na estação Notting Hill Gate, uma das saídas da estação já saí de pertinho da nossa primeira parada no roteiro, o Coronet Cinema. Você pode fazer esse roteiro como um passeio a pé e ele vai levar em torno de uma hora, os lugares são próximos uns dos outros e se você for passear pelo Portobello Road Market, acrescente mais um tempinho na duração do passeio.

1. Coronet Cinema:

Coronet Cinema em Notting Hill - Londres

É no Coronet Cinema que o personagem William assiste ao filme Helix, aquele filme com Anna Scott (Julia Roberts). O cinema antes era um teatro que abriu em 1898, por isso seu interior todo requintado como vemos em “Notting Hill”.

Coronet Cinema em Nottinh Hill

• Endereço do cinema Cornet Cinema no filme Notting Hill:

103, Notting Hill Gate, Notting Hill, London.

 

2. Rosmead Gardens:

Rosmead Gardens no filme "Notting Hill"

No filme, William e Anna Scott pulam o muro de um jardim em Notting Hill, quem lembra da cena? Whoops-a-daisy! é a expressão meio antiquada que o personagem de Hugh Grant fala quando escorrega tentando pular o muro. Anyway, não tente repetir a cena no local e entenda o porquê:

Notting Hill tem vários jardins privados, são jardins que são mantidos pelos próprios morados da região e apenas quem tem a chave pode usar os jardins. Ou seja, entrar em propriedade privada é crime.

Rosmead Gardens em Londres

• Endereço do jardim que aparece no filme:

Rosmead Gardens: Rosmead Road, Notting Hill, London W11.

 

3. Casa de Bella e Max em Notting Hill:

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

A casa de Bella e Max no filme é uma das típicas casas coloridas que encontramos em Notting Hill, a do filme é uma verde que fica na Lansdowne Road. Nessa rua tem várias casas como essa, uma ao lado da outra, em cores diferentes.

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

• Endereço da Casa de Bella e Max no filme:

91 Lansdowne Road, Notting Hill, London W11.

 Quer mais dicas sobre Londres? Conheça meu Guia Completo da Oxford Street em Londres.

4. Portobello Road Market:

Portobello Road Market

Um dos lugares mais famosos de Notting Hill em Londres, é claro que o filme não poderia deixar de mostrar esse ponto turístico super famoso da cidade. O Portobello Road Market é como uma feira que funciona na rua de mesmo nome e aparece no início do filme, frutas, verduras e a famosa parte do mercado de antiguidades compõe esse mercado.

Portobello Road Market - Londres

• Endereço do Portobello Road Market:

Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

5. Loja no local onde era a Livraria de William em Notting Hill:

Loja Notting Hill - filme em Londres

No n˚ 142 Portobello Road, a mesma rua do mercado, fica uma loja com fachada azul em que foi a locação da livraria de William (Hugh Grant no filme). Vira e mexe o local tem uma loja diferente com a mesma fachada (super turística), quando estive lá no início de 2014, o local estava à venda. É ali que foi filmado a livraria de William.

• Endereço da loja Notting Hill:

142 Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

6. Livraria que inspirou a livraria de William:

The Notting Hill Bookshop - Londres

No entanto, a loja de livros que inspirou a loja de William (Hugh Grant) fica próxima ao local, mas fora da Portobello Road. A loja era chamada The Travel Bookshop e funcionava lá até 2011, depois mudou. Quando visitei em 2014, a loja atual era uma livraria, mas não de viagens como antes e é chamada de The Notting Hill Bookshop, mas tem uma plaquinha (essa redonda azul na foto) que conta que fez parte do filme.

• Endereço da The Notting Hill Bookshop (The Travel Bookshop):

13 Blenheim Crescent, Notting Hill, London W11.

 

7. Porta da casa de William Thacker (Hugh Grant) | William’s flat door

William's Flat door "Notting Hill"

A porta mais famosa de Notting Hill é a porta do local que ficou conhecido como a casa de William (Hugh Grant) no filme. A porta azul de quando foi gravado o filme foi leiloada (em um leilão de caridade) e substituída por outra preta mais “anônima” por um tempo, mas foi pintada novamente de azul para a felicidade dos turistas (uhul!). Mas as colunas e fachada estavam brancas e não tudo azul como no filme.

Endereço da casa de William Thacker em Notting Hill

• Endereço da casa de William Thacker no filme Notting Hill:

280, Westbourne Park Road, Notting Hill, London.

 

• Mapa com os pontos turísticos do tour do filme Notting Hill em Londres:

Notting Hill é um bairro super charmoso de Londres e é super gostoso de passear por lá, mesmo com os ventos frios do inverno londrino. É tão lindo e charmoso que qualquer lugar é lindo para um look do dia:

Look do dia em Notting Hill - Manu Luize


6 marcas de maquiagens para comprar em Londres

O Reino Unido tem várias marcas de maquiagens super legais e algumas, inclusive, são boas e baratinhas. Separei seis marcas entre mega baratinhas de farmácia e outras que custam um pouquinho mais, mas que ainda assim, possuem ótimos preços para comprar quando você for visitar Londres. Todas essas marcas você encontra em farmácias como a Boots ou a Superdrug, ou em lojas de departamentos na capital da Inglaterra. Na Oxford Street, rua que adoro para fazer compras, você vai encontrar quase todas elas, para ver meu guia e um mapa de compras na Oxford Street, clique aqui. Chamei o post de marcas para comprar em Londres, mas se você estiver em alguma outra cidade do Reino Unido, provavelmente também vai encontrar a maioria delas ou pode comprar online nos sites das lojas/farmácias que citei aqui.

6 marcas de maquiagem para comprar em Londres

6 marcas de maquiagens super legais para você comprar quando for a Londres, sendo 3 delas super baratinhas.

Prefere assistir ao meu vídeo mostrando as 6 marcas de maquiagem britânicas para comprar em Londres? Dê o play (prefere ler o post? pule o vídeo)

Ou assista ao vídeo direto no youtube: 6 Marcas de maquiagem britânicas para comprar em Londres.

• Marcas de maquiagem baratas para comprar em Londres: Maquiagens boas e baratas para comprar em Londres

1. MUA (Make Up Academy):

A MUA (Make Up Academy) é uma daquelas marcas de maquiagens que você encontra em Londres na farmácia Superdrug e é mega barata, por exemplo, essa paleta da foto com 12 cores de sombras custa apenas £4 (essa é a paleta “Heaven and Earth” e também tem várias outras opções de cores das com 12 sombras). Falando das sombras da marca, achei a pigmentação e fixação ótimas, especialmente pelo preço de £4 em 12 cores de sombras. A MUA também tem batons, esmaltes, lápis e várias maquiagens, todas sempre super baratas.

2. Collection (antes a marca era chamada Collection 2000):

A marca de maquiagem Collection antes era chamada de Collection 2000, mesmo com o novo nome, as maquiagens continuam baratinhas. Na foto, a maquiagem da Collection que eu ainda tenho é o Cream Puff Lip Cream, uma espécie de gloss/batom líquido que tem efeito matte e custa £2.99, a duração do produto nos lábios também é ótima. Além desse lip cream, também já usei uma das máscaras para cílios da marca, acabei não encontrando ela para vender no site da Boots, então talvez ela tenha saído de linha ou mudado de nome quando a marca passou a se chamar apenas Collection, era a Big Fake Lashes Effect Mascara, que tem um pincel grosso e dava bastante volume para os cílios. As máscaras que permanecem na marca também tem modelos com esse pincel grande e custam em média de £2.99 a £3.99. Gostei da máscara, inclusive havia trazido umas três, mas apesar de ela ser boa, ela seca rápido na embalagem, então achei que não compensa trazer várias de “estoque”, mesmo ficando fechada e lacrada, quando abri a última que havia trazido, já estava meio seca e não dava para usar direito.

3. Rimmel

A Rimmel provavelmente é a marca de lá mais conhecida aqui no Brasil, pelo menos de nome, já que virou um sinônimo de máscara para os cílios por aqui. Mas a marca tem muitos produtos além de “rímel”, base, pó, blush, sombras, batons, inclusive batons em parceria com a Kate Moss. A Rimmel também é marca de farmácia e pode ser encontrada na Boots, dentre essas marcas de maquiagens baratinhas que citei para comprar em Londres, a Rimmel é um pouquinho mais cara que a Collection e a MUA, mas ela também é uma marca barata. Com mono sombras por £4.49, máscara para cílios em média por £5.49 – £6.99 e batons por £4.99 a £6.49.

 

• Marcas de maquiagem para comprar em Londres:

Marcas de maquiagens para comprar em Londres

4. Illamasqua

A Illamasqua é uma das marcas locais que vem se destacando em maquiagens, com uma enorme variedade de produtos, ela é encontrada em lojas próprias em Londres ou em lojas de departamentos como a Selfridges (que fica na Oxford Street em Londres). Por ser uma marca com muito mais opções e que você encontra em corners ou loja própria, você pode experimentar os produtos e pedir auxílio às vendedoras para achar as cores certas e testar tudo. Especialmente com produtos como base, corretivo e pó, gosto de ter uma “opinião extra” com respeito à qual cor escolher.

A marca tem uma qualidade muito boa e eu gosto bastante, com relação aos preços, a base da foto é a Skin Base Foundation, que custa £32, os batons da Illamasqua custam £18.50 e gloss £16.50 – 18.50.

5. Burberry Beauty

A começar pelas embalagens lindas, a Burberry é daquelas linhas de maquiagem high end, com as embalagens luxuosas, mas também, com qualidade. Lembra que comentei que a máscara de cílios da Collection ficou seca quando fui abrir para usar, mesmo fechada e lacrada? A máscara da Burberry eu comecei a usar depois ainda dessa da Collection e confesso que já tinha aberto ela uma vez para dar uma testadinha e adivinha só? Ainda estava ótima mesmo depois de um tempão (quando falo um tempão, foi coisa de um ano), por isso que quando queremos qualidade, essas marcas que acabam sendo mais caras, costumam trazer mais qualidade (claro que nem sempre é o caso, mas geralmente a qualidade e pesquisa tornam o produto mais caro).

A Burberry também tem uma linha bem completa de maquiagens e tem ótimas opções de cores neutras, eu adoro os batons “cor de boca” da marca. O batom Burberry custa £ 23, a máscara para cílios é £ 22 e a base Burberry Velvet Foundation, £ 35. Um dos locais onde a Burberry Beauty está disponível é na loja de departamentos Harrods.

6. Liz Earle

Conheci a Liz Earle recentemente, apenas esse ano, ganhei um blush da marca no press kit da apresentação da coleção de F/W 2014.15 do Markus Lupfer (que trouxe uma coleção tipicamente britânica, inspirada em várias características do Reino Unido, por isso, no press kit trouxe produtos britânicos). A Liz Earle é um pouquinho mais cara que as marcas de farmácia que comentei aqui, mas não chega ao preço de marcas como a Burberry Beauty e também é um pouco mais barata que a Illamasqua. Na foto do início do post, o blush da marca (que eu adorei) custa £16.50 e os batons da Liz Earle custam £14. A marca é vendida em lojas próprias, na Boots e na loja de departamentos John Lewis que fica na Oxford Street em Londres.

Uma dica legal é você conferir os sites das marcas e farmácias para saber quais são as variedades de produtos e cores (ou já ficar por dentro dos preços de tudo), tem muita coisa, mesmo! E outra dica, é fazer uma listinha no estilo wishlist com as maquiagens e cores que você quer comprar de cada marca, assim, você não esquece de comprar nada que queria e, se por acaso estiver com pouco tempo para compras, também facilita bastante. Mas o mais legal de tudo, é você ter tempo para conhecer marcas que não encontramos para vender aqui no Brasil, a super farmácia Boots é “um prato cheio” para fazer isso, aproveite para conhecer a Boots principal da Oxford, ela é enorme (confira o endereço, um mapa e mais informações no meu Guia de Compras na Oxford Street aqui no blog)! E tem uma infinidade de marcas de beleza, maquiagem, produtos para rosto e corpo, muita coisa para ficar bem louca lá dentro.

Confira meu Guia de Compras Completo na Oxford Street aqui.


A coleção permanente de moda do Victoria & Albert Museum

O V&A Museum é um museu de Londres dedicado às artes decorativas e, que como a maioria dos museus na cidade, tem entrada gratuita para a coleção permanente. A primeira que vez que fui para Londres em 2011, o parte de moda do museu Victoria & Albert estava fechada para reforma o tempo todo que estive na cidade, por isso, não pude conhecer aquela vez.

Quando fui à Londres novamente no final do ano passado, claro que o V&A já estava na minha lista de museus para visitar e, dessa vez, a coleção de moda não estaria em reforma.

Christian Dior no Victoria & Albert Museum em Londres

A história da moda contada através de peças que se tornaram ícones ao longo dos anos, para quem gosta de moda, o V&A Museum é muito amor, vontade de morar lá dentro.

Christian Dior, Elsa Schiaparelli, Lanvin, Roger Vivier, muitos nomes conhecidos da moda estão por lá, assim como peças e vestidos de séculos ainda mais antigos.

Confira algumas peças em exposição no museu V&A das décadas do século passado:

Coleção de moda: 1905-1915 no Victoria & Albert Museum em Londres

Coleção de moda: Anos 1920s Victoria & Albert Museum

Coleção de moda: Anos 1930s Victoria & Albert Museum

Elsa Schiaparelli - 1937 no Victoria & Albert Museum em Londres

Coleção de moda do V&A Museum: 1940s

Coleção de moda do V&A Museum: 1950s

Sapatos Roger Vivier para Dior

Coleção de moda 1960s e 70s

O Victoria & Albert Museum em Londres já era um dos meus museus preferidos na cidade, depois de finalmente conhecer a coleção de moda, é meu museu favorito em Londres.

O Victoria & Albert Museum fica super perto das lojas de departamento Harrods e Harvey Nichols, dá pra ir a pé tranquilamente para as lojas depois, ou antes, do museu, aproximadamente uns 10 minutos andando. Eu adoro andar por Londres e não me incomodo com as distâncias, amo andar e descobrir novos lugares e essa região entre o museu e as lojas é super a cara de Londres e, claro, linda.

Victoria & Albert Museum em Londres

Victoria & Albert Museum:

• Endereço: Cromwell Road, London SW7 2RL.

• Metrô: South Kensington ou Knightsbridge (escolha esse se for aproveitar para ir às lojas antes, tem uma saída ao lado da Harrods).

• Entrada: Gratuita para a coleção permanente, assim como nos outros museus com entrada free em Londres, você pode fazer uma pequena doação ao museu ou aproveitar para comprar souvenirs e livros na loja do museu. Exposições temporárias são pagas.


Look do Dia – Londres – Inverno

Londres: uma das minhas cidades preferidas, a cidade traz um mix de tradicional e modernidade e sempre tem alguma novidade por lá.

Londres é repleta de cultura, com inúmeros museus gratuitos e várias exposições temporárias incríveis, como a Fashion Galore! e foi exatamente esse look que escolhi para visitar a Somerset House e conferir várias peças que pertenceram ao guarda-roupa de Isabella Blow (saiba mais sobre o que achei dessa exposição aqui).

Look do Dia - Inverno 2014 em Londres Look do Dia: Casaco: Lafort | Sweater: Asos | Calça: Asos | Bota: Asos | Bolsa: Carmen Steffens

O xadrez foi tendência no inverno internacional, especialmente o com uma aparência mais rústica, como havíamos visto nos desfiles como da Céline e Stella McCartney. Por isso escolhi um sweater xadrez em azul para esquentar o dia, que teve até um solzinho em Londres.

O xadrez não foi apenas uma tendência do Inverno 2013.14, mas também permanece no próximo inverno internacional (A/W 2014.15), sendo renovado e aparecendo nas coleções de forma super colorida e às vezes até um tanto quanto psicodélica. A coleção de Markus Lupfer foi uma delas, confira aqui as fotos da apresentação que aconteceu em Londres em fevereiro.

Quer saber mais sobre Londres? Confira um guia completo de compras na Oxford Street em Londres, clique aqui.


Guia de Compras Completo da Oxford Street em Londres

A rua Oxford Street é o paraíso das compras em Londres, ela é um paraíso tanto para quem está procura por preços acessíveis nas famosas lojas de fast fashion (hello, Tohpshop!), quanto para quem está procurando pelas marcas de luxo nas lojas de departamento britânicas.Guia de Compras da Oxford Street em Londres

A conhecida Oxford Street é uma rua bem fácil chegar, com lojas lado a lado ao longo de toda a rua,  com lojas e preços para todos os gostos e bolsos. O que mais a gente queria de uma rua para compras?

No fim desse post você pode baixar gratuitamente um mapa com todas as lojas da Oxford Street (Londres – UK) e imprimir para levar em seu passeio pela cidade, depois é só aproveitar as compras! Saiba mais sobre a  famosa rua:

Começando o passeio pelo local indicado pela seta direita no mapa, a estação de metrô mais próxima é a Oxford Circus. No site www.tfl.gov.uk você encontra como sair e chegar no seu destino através do transporte público da cidade, o mapa do metrô de Londres pode assustar algumas pessoas, mas é super fácil de usar.Guia de compras e mapa de lojas da Oxford Street em LondresNesse início da Oxford Street encontramos H&M, Next, River Island, Zara, Office, Urban Outfitters e Mango, todas lojas de high street que trazem as principais tendências da estação a preços acessíveis.

Em seguida Miss Selfride, Topshop e Topman. A Topshop da Oxford Street é a flagship store da marca e é enorme (com mais de 8.000 m2, é considerada a maior loja de moda high street do mundo), é impossível não comprar nada. No andar térreo estão os acessórios como bijuterias, cintos, bolsas e maquiagens. No andar de baixo está a maior parte das roupas e mais um andar abaixo, mais roupas com uma seleção distinta de outras linhas vendidas na Topshop e os sapatos. Além dos sapatos da própria Topshop, são vendidas marcas como Carvela, KG by Kurt Geiger e Hunter. Nesse mesmo andar você encontra o EAT., uma pausa para um lanche sem precisar sair da loja, um nail salon (WAH Nails), o Blow Dry Bar (para você dar up no cabelo) e o Powder Lounge (especializado em sobrancelhas e cílios), tratamento completo dentro da loja. Prepare-se para encontrar uma loja sempre cheia, mas existem vários provadores (os fitting rooms em inglês) espalhados pela loja, assim como os caixas, se um estiver muito cheio, dê uma passada em outro.

Seguindo a Oxford Street, encontramos mais uma H&M, fast fashion bem conhecido no mundo e que ainda não temos aqui no Brasil. Baixos preços com tendências inspiradas nas semanas de moda e vez por outra suas famosas colaborações com estilistas tops.

Embaixo do prédio da London College of Fashion, mais uma Zara, a Monsoon – que é como se fosse uma “loja-mãe” da Accessorize, que surgiu como uma linha de acessórios da Monsoon, e a loja de produtos de beleza The Body Shop.

Falando em Accessorize, na próxima quadra encontramos uma de suas lojas, os acessórios são os mesmos que encontramos aqui no Brasil, mas em Londres possuem preço nacional, bem menor que aqui.

Guia de compras e mapa de lojas da Oxford Street em LondresAo lado passamos por mais uma loja de fast fashion acessível, a River Island que no mesmo molde das outras, conta com roupas, bolsas, sapatos e bijuterias.

A Aldo é uma marca de sapatos femininos e masculinos, mas também inclui bolsas e outros acessórios. Os sapatos femininos possuem um preço médio que vai de £55 a £100.

Continuando o roteiro de compras na Oxford Street, temos a John Lewis, loja de departamentos com sete andares incluindo de moda feminina à decoração para a casa.

Na quadra seguinte mais uma loja de departamentos, a House of Fraser, como toda loja de departamentos, existe a parte de beleza, moda, eletrônicos e a de decoração. Maquiagem e perfumes estão direto no primeiro andar e contam com marcas tradicionais como Chanel, Dior, Yves Saint Laurent e a linha de beleza de Tom Ford. Em um dos andares de moda feminina encontramos a Biba, marca que fez sucesso nas décadas de 1960 e 70, e foi comprada pela House of Fraser em 2009 para ser relançada preservando o seu DNA. Se por acaso estiver procurando malas de boquinhas da Lulu Guinnes, elas estão nessa loja.

Atravessando a rua, a Next é outra opção de moda high street que criou uma linha completa de lifestyle, no entanto a nessa localização só estão disponíveis roupas e acessórios.

A Debehams é mais uma das lojas de departamentos, logo no térreo você encontra a parte de beleza e acessórios, uma das marcas de maquiagem presentes é a Urban Decay.

A Boots é uma farmácia ótima para comprar makes e cosméticos em geral e em especial nessa da Oxford Street que é enorme, com uma extensa seleção de maquiagens como Bourjois (com preços ótimos, as bases da marca custam em média £10) e L’Oréal a Clarins, Benefit e Chanel no andar térreo, no andar de baixo mais skincare para rosto e corpo e vários produtos para o cabelo. E é super fácil encontrar promoções do tipo leve 3 produtos de uma mesma marca e um deles saí de graça, a cada dia, uma marca diferente.Guia de compras e mapa de lojas da Oxford Street em Londres

E mais uma para a lista de fast fashion da Oxford Street, a Dorothy Perkins. Se estiver com tempo, é sempre interessante explorar essas lojas, você pode encontrar achados a preço mínimos. Até a conhecida Gap dá as caras por lá. Mais à frente encontramos mais uma loja para esportista, a Adidas. Na quadra ao lado você pode fazer uma pausa para um café no Starbucks Coffee ou ir direto para a Selfridges.

A Selfridges é a maior loja de departamentos da Oxford Street e é aqui que você encontra marcas de luxo, como Alexander McQueen, Azzedine Alaïa, Chanel, Céline, Christian Louboutin, Fendi, Givenchy, Hermès, Jimmy Choo e muitas outras. Além das marcas de luxo você também encontra Topshop e até mesmo a H&M, com uma seleção de peças especiais.  Na parte de beleza, térreo, você encontra, por exemplo, a Illamasqua. O departamento de sapatos é parada obrigatória para quem ama esses acessórios. Como a maior parte das lojas da categoria, você encontra restaurantes e cafés em seu interior. A Selfridges também tem uma ótima seção para comprar revistas, com uma variedade enorme.

Guia de compras e mapa das lojas na Oxford Street em Londres

Estamos chegando ao fim da Oxford Street feita para compras, temos Marks & Spencer como mais uma representante das lojas de departamentos a valores acessíveis. E ao seu lado mais uma River Island e uma Boots, você notou que as marcas se repetem ao longo da rua com mais de uma loja em diferentes posições.

A última loja de departamentos é Primark, você encontra de tudo com precinhos realmente mínimos: roupas, lingeries, sapatos e acessórios a maquiagens e até caneta para tirar mancha de roupas. Se a mala já estiver cheia e você prefere investir no seu conteúdo e não na mala, a Primark também oferece uma linha de malas com um ótimo custo/benefício, disponíveis em vários tamanhos. Mas lembre-se que a loja geralmente está lotada.

A Superdrug é mais uma farmácia cheia de opções, mas com foco naquelas tradicionais “marcas de farmácia” como Maybelline, Max Factor, Rimmel e Collection 2000. Assim como na Boots, aqui também é fácil encontrar as promoções de leve 3 e pague 2.

Chega-se ao fim desse roteiro de compras, mas seguindo algumas ruas que cortam a Oxford Street, como Regent Street ou Bond Street você encontrará marcas como Dior, Hermès, Miu Miu e Chanel. A Liberty (lembra daquelas estampas de florzinhas? É a mesma Liberty) é uma das lojas de departamentos que fica na área, na Regent Street e você encontra marcas como Alexander McQueen, Givenchy e até a nossa Melissa. Para budgets menores, sempre tem o departamento de maquiagem, com marcas como Nars e Laura Mercier. Aproveite suas compras e divirta-se.

Baixe grátis a versão para impressão do mapa do Guia de Compras na Oxford Street em Londres.

Para conhecer mais dicas sobre Londres, onde ficar, como se locomover na cidade e muitas outras informações práticas e super úteis visite o Londres para principiantes.