fbpx
 

Tag: turismo


TOP 10 Castelos na Europa para encantar

Confira um TOP 10 castelos na Europa para encantar e conhecer muita história em sua viagem.

Simplesmente tenho uma fascinação indescritível por castelos e também inexplicável, toda a história por que já passaram e quanto mais antigo, melhor! Por isso, castelos sempre estão no meu roteiro de viagem para qualquer lugar que tenha um e a Europa é cheia deles. Separei um TOP 10 castelos na Europa que são encantadores e quase mágicos para vocês visitarem.

Castelos na Europa - Viagem

Na foto o Castelo de Neuschwanstein, um dos mais lindos e mágicos que eu já visitei.

Existe uma diferença entre castelo e palácio (castelo seria mais rural e eles surgiram para proteger os feudos na idade média, já o palácio é urbano), mas adoro visitar os dois tipos e a lista inclui castelos e palácios na Europa. Ambos foram criados para a realeza e nobres e, exatamente por isso, costumam ser super luxuosos.

Países como França, Itália, Alemanha e Reino Unido estão repletos de castelos e, claro, não são os únicos países na Europa a ter castelos e palácios maravilhosos, mas são os que estão nessa lista de castelos na Europa. Entre os mais famosos estão o Castelo de Neuschwanstein na Alemanha, o Palácio de Versalhes na França e o Castelo de Windsor no Reino Unido, que também estão entre os 20 castelos mais visitados no mundo (em lista divulgada pelo site Travel+Leisure).

 

1. Castelo de Neuschwanstein

Castelo de Neuschwanstein próximo a Füssen - Alemanha

Se você pensar em um castelo de conto de fadas, é o de Neuschwanstein que vem à memória. Dizem ser o castelo real que inspirou Walt Disney no castelo símbolo da Disney. O Castelo de Neuschwanstein é um castelo do século XIX que fica em Hohenschwangau, próximo a Füssen na Bavária (Alemanha). O castelo foi construído para Ludwig II da Bavária e foi aberto ao público após a sua morte, em 1.886. A foto mais típica do castelo é essa que abriu o post com o castelo de lado que é todo branco, mas a sua entrada é essa da última foto “cor de tijolo”.

O Castelo de Neuschwanstein é um castelo na Europa realmente incrível, que também tem vistas maravilhosas (como a da foto logo abaixo que ainda considero uma das mais lindas que já fotografei até o momento). Lá tem dois castelos, o outro é o Castelo de Hohenschwangau, esse amarelo que aparece nessa foto:

Vista do Castelo de Neuschwanstein

 

2. Palácio de Versalhes (Domínios de Versalhes)

Palácio de Versalhes - França

Outro entre os castelos mais visitados do mundo, o Palácio de Versalhes fica no Domínio de Versalhes, que na verdade tem 3 castelos: o Palácio de Versalhes, o Grand Trianon e o Petit Trianon. O palácio é o mais conhecido e muita gente às vezes nem sabe da existência dos outros dois ou especialmente do Petit Trianon. Mas os três são castelos lindíssimos e vale separar um dia inteiro para poder visitar os três em Versalhes.

A construção do Palácio de Versalhes começou com um pequeno castelo em 1624, mas foi Louis XIV que o tornou um dos maiores palácios do mundo na época. O Palácio de Versalhes é extremamente luxuoso, com muito ouro, dourado, luxo e ostentação. Com uma variedade de jardins e lugares para visitar, o Domínio de Versalhes é enorme, então prepare-se para andar bastante quando for visitá-lo. Próximo à Paris, você pode chegar em Versalhes com o trem regional de Paris e passar o dia visitando os castelos.

 

3. Louvre:

Louvre em Paris

Não se deixe enganar pelas modernas pirâmides do Louvre, o museu já foi um palácio e hoje é o 2˚ castelo mais visitado no mundo inteiro (com mais de 9 milhões de visitantes por ano). O Louvre original era uma fortaleza que teve sua construção completa em 1202 e hoje suas “ruínas” e descobertas arqueológicas estão no museu na área medieval.

De 1360 a 1380, a fortaleza foi transformada em um Palácio e passou a ser a residência da família real em Paris até a mudança com Louis XIV para Versalhes em 1682. E, após 1793, o Louvre passou a ser um museu. Como os grandes palácios luxuosos da Europa, além das obras de arte do museu, existe muito o que ver no Louvre, como as paredes e tetos que são obras de arte por si só.

 

4. Palácio de Hampton Court

Palácio de Hampton Court na Inglaterra

Na Inglaterra, o Palácio de Hampton Court ficou famoso por ser a residência do rei Henrique VIII. Ele começou a ser construído em 1514 pelo Cardinal Thomas Wosley e depois passou para Henrique VIII, que ampliou o palácio. Quem assistiu a série “The Tudors” ou conhece a história do rei, provavelmente está familiarizado com os nomes. Após Henry VIII, no século seguinte, o palácio foi ampliado para ser um rival do Palácio de Versalhes, por isso ele tem construções com arquiteturas tão diferentes. Esse é o outro lado do Palácio de Hampton Court: (mais…)


Tour em Notting Hill (Londres) onde foi gravado o filme

Notting Hill é um clássico do cinema e o bairro de mesmo nome em Londres é lindo! Quem já conhece o bairro pelo filme vai adorar fazer um tour em Notting Hill, por onde foram filmado o filme e se encantar por esse bairro super charmoso de Londres.

Tour em Notting Hill - Londres

Como já comentei em outros posts de viagens aqui, eu adoro andar a pé e conhecer cada cantinho. Eu fiz esse tour quando estive em Londres no começo do ano passado e fiz sozinha (sem guia ou agência de turismo), pesquisei as locações do filme, anotei tudo e num frio dia de Janeiro, fui conhecer os lugares com a minha família, bom, na verdade a “guia” era eu. No trailer do filme você pode relembrar alguns locais e no final do post você confere um mapa com todos os lugares.

Então, vamos lá para o roteiro em Notting Hill com os lugares do filme em Londres:

Para começar esse tour por Notting Hill, se você for de metrô, você pode descer na estação Notting Hill Gate, uma das saídas da estação já saí de pertinho da nossa primeira parada no roteiro, o Coronet Cinema. Você pode fazer esse roteiro como um passeio a pé e ele vai levar em torno de uma hora, os lugares são próximos uns dos outros e se você for passear pelo Portobello Road Market, acrescente mais um tempinho na duração do passeio.

1. Coronet Cinema:

Coronet Cinema em Notting Hill - Londres

É no Coronet Cinema que o personagem William assiste ao filme Helix, aquele filme com Anna Scott (Julia Roberts). O cinema antes era um teatro que abriu em 1898, por isso seu interior todo requintado como vemos em “Notting Hill”.

Coronet Cinema em Nottinh Hill

• Endereço do cinema Cornet Cinema no filme Notting Hill:

103, Notting Hill Gate, Notting Hill, London.

 

2. Rosmead Gardens:

Rosmead Gardens no filme "Notting Hill"

No filme, William e Anna Scott pulam o muro de um jardim em Notting Hill, quem lembra da cena? Whoops-a-daisy! é a expressão meio antiquada que o personagem de Hugh Grant fala quando escorrega tentando pular o muro. Anyway, não tente repetir a cena no local e entenda o porquê:

Notting Hill tem vários jardins privados, são jardins que são mantidos pelos próprios morados da região e apenas quem tem a chave pode usar os jardins. Ou seja, entrar em propriedade privada é crime.

Rosmead Gardens em Londres

• Endereço do jardim que aparece no filme:

Rosmead Gardens: Rosmead Road, Notting Hill, London W11.

 

3. Casa de Bella e Max em Notting Hill:

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

A casa de Bella e Max no filme é uma das típicas casas coloridas que encontramos em Notting Hill, a do filme é uma verde que fica na Lansdowne Road. Nessa rua tem várias casas como essa, uma ao lado da outra, em cores diferentes.

Casa de Bella e Max no filme Notting Hill

• Endereço da Casa de Bella e Max no filme:

91 Lansdowne Road, Notting Hill, London W11.

 Quer mais dicas sobre Londres? Conheça meu Guia Completo da Oxford Street em Londres.

4. Portobello Road Market:

Portobello Road Market

Um dos lugares mais famosos de Notting Hill em Londres, é claro que o filme não poderia deixar de mostrar esse ponto turístico super famoso da cidade. O Portobello Road Market é como uma feira que funciona na rua de mesmo nome e aparece no início do filme, frutas, verduras e a famosa parte do mercado de antiguidades compõe esse mercado.

Portobello Road Market - Londres

• Endereço do Portobello Road Market:

Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

5. Loja no local onde era a Livraria de William em Notting Hill:

Loja Notting Hill - filme em Londres

No n˚ 142 Portobello Road, a mesma rua do mercado, fica uma loja com fachada azul em que foi a locação da livraria de William (Hugh Grant no filme). Vira e mexe o local tem uma loja diferente com a mesma fachada (super turística), quando estive lá no início de 2014, o local estava à venda. É ali que foi filmado a livraria de William.

• Endereço da loja Notting Hill:

142 Portobello Road, Notting Hill, London W11.

 

6. Livraria que inspirou a livraria de William:

The Notting Hill Bookshop - Londres

No entanto, a loja de livros que inspirou a loja de William (Hugh Grant) fica próxima ao local, mas fora da Portobello Road. A loja era chamada The Travel Bookshop e funcionava lá até 2011, depois mudou. Quando visitei em 2014, a loja atual era uma livraria, mas não de viagens como antes e é chamada de The Notting Hill Bookshop, mas tem uma plaquinha (essa redonda azul na foto) que conta que fez parte do filme.

• Endereço da The Notting Hill Bookshop (The Travel Bookshop):

13 Blenheim Crescent, Notting Hill, London W11.

 

7. Porta da casa de William Thacker (Hugh Grant) | William’s flat door

William's Flat door "Notting Hill"

A porta mais famosa de Notting Hill é a porta do local que ficou conhecido como a casa de William (Hugh Grant) no filme. A porta azul de quando foi gravado o filme foi leiloada (em um leilão de caridade) e substituída por outra preta mais “anônima” por um tempo, mas foi pintada novamente de azul para a felicidade dos turistas (uhul!). Mas as colunas e fachada estavam brancas e não tudo azul como no filme.

Endereço da casa de William Thacker em Notting Hill

• Endereço da casa de William Thacker no filme Notting Hill:

280, Westbourne Park Road, Notting Hill, London.

 

• Mapa com os pontos turísticos do tour do filme Notting Hill em Londres:

Notting Hill é um bairro super charmoso de Londres e é super gostoso de passear por lá, mesmo com os ventos frios do inverno londrino. É tão lindo e charmoso que qualquer lugar é lindo para um look do dia:

Look do dia em Notting Hill - Manu Luize


Turismo: Viagem para Strasbourg (Estrasburgo) na França

Pontos turísticos em Estrasburgo na França

Strasbourg (ou Estrasburgo em português), na França, é considerada uma das cidades mais bonitas da Europa e seu centro histórico foi definido como patrimônio mundial da Unesco. Além de apreciar as belas vistas e sua arquitetura, o que fazer em Strasbourg? Quais pontos turísticos visitar na cidade? Aonde ir? Onde comer? Como se locomover? Separei dicas de viagem sobre tudo isso para sua viagem à Estrasburgo ser a mais proveitosa possível e com um mapa com todos os pontos citados aqui que encontra-se ao final desse post.

Se você prefere o assistir ao meu vídeo onde falo tudo sobre Strasbourg, dê o play no vídeo abaixo (caso prefira ler o post, pule o vídeo):


Turismo: Tudo sobre Strasbourg (Estrasburgo) na França

• Um pouco sobre Estrasburgo na França:

Strasbourg está na região da Alsácia na França e fica super próxima à fronteira com a Alemanha. A cidade já foi uma república independente, foi anexada à França, pertenceu à Alemanha e depois voltou a ser um território da França, por isso, traz influências dos dois países na sua arquitetura, costumes e história. É a capital dessa região francesa e é a cidade oficial do Parlamento Europeu, escolhida na unificação da Europa como sua cidade-sede. Estrasburgo tem um bairro com arquitetura contemporânea que fica próximo a outros bairros com arquitetura super antiga. Essa é uma característica de várias cidades européias, o antigo está lado a lado com o moderno e acho isso incrível.

Estrasburgo fica na região da Alsácia na França

Estrasburgo fica na região da Alsácia na França.

A cidade é linda e você poderia passar vários dias conhecendo e visitando pontos turísticos e museus, mas se você tem apenas um dia ou vai passar pouco tempo confira os principais lugares para visitar e o que fazer em Strasbourg com um roteiro dos lugares que visitei na cidade em um único dia.

• Chegando em Strasbourg:

Estação de trem Estraburgo - França

Estação de trem de Estraburgo – França

Se você chega à cidade de trem pela Gare Centrale (a estação central), você já está perto do centro histórico e pode ir a pé para as principais atrações turísticas de Estrasburgo. Eu adoro passear a pé pelas cidades, você vai conhecendo todos os cantinhos e pode se deparar com lugares super interessantes, que não teria visto se estivesse de carro.

Dentro da própria estação de trem, tem um Office de Tourisme de Strasbourg (existem placas indicando sua localização), ele é um local de informações turísticas. Onde você pode comprar um mapa da cidade, guias ou tirar suas dúvidas. Se você vai explorar a cidade a pé, é interessante ter uma mapa (não lembro o valor exato, mas ele custou algo como 2 ou 3 euros).  Lá você também encontra pequenos guias com várias informações turísticas, inclusive com informações sobre compras e gastronomia (esses guias são gratuitos ou gratuitos na compra de um mapa da cidade). Se você quer aprender algumas palavrinhas em francês para pedir informações na França, assista ao vídeo no início desse post.

Guias de Viagem de Strasbourg na França

Alguns dos Guias de Viagem de Strasbourg que você encontra no Office de Tourisme dentro da Estação Central de trem da cidade.

Você pode conhecer os principais lugares de todo o centro histórico da cidade, que é a Grande-Île, a pé. Caso esteja de carro, você vai precisar deixar o carro em um estacionamento, pois boa parte da Grande-Île é apenas para pedestres, que em francês é a chamada “Zone piétonne” (que significa exatamente isso: “zona de pedestres”). Existem alguns estacionamentos próximos ao centro histórico e alguns dentro dele.

• Principais pontos turísticos de Strasbourg: Catedral de Notre-Dame, Petite France (bairro), Palais Rohan, Instituições Européias (Parlamento Europeu, Conselho Europeu), Museu do Chocolate (Les Secrets du Chocolat), Museu de Arte Moderna e Contemporânea, Museu da Alsácia, Le Musée de l’œuvre Notre-Dame.

Se você vai passar apenas um dia em Estrasburgo, eu faria o seguinte roteiro de viagem na cidade: Catedral de Notre-Dame, Petite France, Palais Rohan, Instituições Européias, conhecendo alguns deles através de um passeio de barco (um passeio incrível que super indico para quem visita Strasbourg, mais informações sobre esse passeio mais abaixo).

• Principal ponto turístico de Estrasburgo: Catedral de Notre-Dame de Strasbourg

Ponto Turístico em Strasbourg: Catedral de Notre Dame de Strasbourg

O principal local e must-do na cidade é visitar a Catedral de Notre-Dame de Strasbourg. A catedral de estilo gótico foi construída ao longo de mais de quatro séculos (1015 a 1439) e tem 142 metros de altura, até o séc. XIX era a mais alta do ocidente. A catedral traz uma riqueza de detalhes e esculturas incrível em seu exterior.

Seu interior também é repleto de detalhes e é lá que está o Relógio Astronômico (l’horloge astronomique), decorado com o estilo do Renascimento que data do séc. XVI. Na catedral, você pode ter uma vista da cidade, para isso, basta visitar a plataforma da catedral subindo 332 degraus.

Endereço: Place de la Cathédrale, Strasbourg. Entrada: gratuita para visitar a Catedral | Entrada Relógio Astronômico: 2 euros | Entrada Plataforma: 5 euros (gratuito com o Strasbourg Pass) | Horário: das 7h às 11:20h e de 12:35h às 19h (fechado para visitas aos domingos de manhã)

Quer saber onde comprar os melhores macarons na França? Conheça o TOP 3 macarons de lá.

• La Petite France:

Petite France: Ponto turístico em Strasbourg

(mais…)


Como visitar o Castelo de Heidelberg – Alemanha

Em dezembro saí do Brasil com o destino à Europa, para viajar por alguns meses, agora que estou de volta, vou separar vários lugares, pontos turísticos e cidades que conheci e visitei para escrever com calma e com várias dicas de viagem.
A Alemanha foi minha primeira parada e uma das cidades que visitei foi Heidelberg. Seu principal ponto turístico: o Schloss Heidelberg, que em português é chamado de Castelo de Heidelberg.

Castelo de Heidelberg - Alemanha | Schloss Heidelberg Primeira coisa, se você não fala alemão, não se apavore! Muita gente fala inglês, especialmente os jovens e mesmo os que não falam, provavelmente vão tentar te entender e te ajudar. Claro que é legal aprender umas palavras básicas como “oi” (“Hallo”), obrigada =”danke schön”, tchau = “tschüs”, por favor = “bitte schön” e com licença = “entschuldigung”, quem sabe até um “Entschuldigung, sprachen Sie Englisch?” (com licença, você fala inglês?) calma a escrita assusta, mas procure vídeos no youtube para saber como falar essas palavrinhas. Apesar dos sempre típicos comentários de “europeus fechados”, achei o povo alemão muito educado e prestativo na hora de tentar ajudar, só não vai chegar dando “oi” com beijo no rosto igual no Brasil. Voltando ao castelo…

• Como chegar no Castelo de Heidelberg?

Chegando na estação central de trem de Heidelberg, na frente você encontra pontos de ônibus e deve pegar a linha 33 que vai para o castelo e descer no stop Bergbahn. Se por acaso estiver meio sem saber pra onde ir, tem um escritório de informações turísticas próximo à estação de trem, é só passar por lá para pedir informações.

Como chegar no Castelo de Heidelberg - Mapa

imagem: Heidelberg Palace site

Para chegar no castelo, você precisa pegar um funicular (aquele “trenzinho” que vai subir e te levar ao castelo, igual ao que tem em Paris para subir até a Sacre Cœur), o nome é o mesmo do stop do ônibus: Bergbahn. O funicular já está incluso no valor da entrada do castelo e você compra o bilhete lá embaixo na entrada, antes de pegar o funicular.

Estação do Castelo de Heidelberg - Alemanha

Chegando na estação do Castelo de Heidelberg, após subir com o funicular, (de costas para a estação) o castelo está do seu lado direito.

Castelo de Heidelberg - Alemanha

O Castelo de Heidelberg (Schloss Heidelberg) começou a ser mencionado em 1225 e, depois, foi considerado um dos grandes castelos do Renascimento. De acordo com o site oficial do Schloss Heidelberg, no século XVII, o Castelo de Heidelberg era considerado a oitava maravilha do mundo.

Castelo de Heidelberg - Alemanha

A primeira parte do Castelo de Heidelberg são essas ruínas, já comentei aqui, adoro visitar lugares antigos e cheios de histórias, mesmo que sejam apenas fragmentos e ruínas do que sobrou dessa parte do castelo, acho incrível como isso ainda está lá, “de pé” depois de tantos anos:

Castelo de Heidelberg - Alemanha

Ao lado dessa parte do castelo, uma vista linda lá debaixo. Estava frio, estava nublado, mas estava lindo de qualquer jeito, olha só a vista lá do Castelo de Heidelberg:

Vista do Castelo de Heidelberg - Alemanha

Castelo de Heidelberg - Alemanha

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg

No Castelo de Heidelberg também está o Deutsches Apothekenmuseum (German Apothecary Museum), o museu da farmácia. Você já foi até o outro lado do mundo, já que já está lá, por que não aproveitar para conhecer? O museu não é muíto grande, não é preciso muito tempo para visitá-lo.

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg

Museu alemão da farmácia no Castelo de Heidelberg (Deutsches Apothekenmuseum).

Se você estiver por perto de Heidelberg, não deixe de visitar o Castelo de Heidelberg, é lindo!

Schloss Heidelberg
• Ingresso de entrada do Castelo de Heidelberg (incluso funicular, Schloss Heidelberg e Deutsches Apothekenmuseum):
Adulto: € 6.00
Reduzido:  € 4.00
• Horário:
Segunda-feira – domingo: 08:00 – 18:00h (última entrada às 17:30h)
24 de dezembro: 08:00 – 13:00h
25 de dezembro: fechado
Endereço: 69117 Heidelberg, Alemanha.