A Bela Veneza – Pontos Turísticos | Parte 1

Como já comentei em alguns posts, nesses últimos meses estou morando em Bassano Del Grappa na Itália, que fica a uma hora de trem de Veneza, claro que não pude deixar de visitar a cidade e me encantar com a beleza dessa cidade rodeada por paisagens incríveis.Veneza na Itália e seus principais pontos turísticosParte desse texto foi publicada na 5˚ edição da Revista M MAG (é só clicar aqui para acessar a revista e lê-la de forma completa e online) e aqui no blog trago mais algumas informações práticas, para o post não ficar imenso, vou dividir ele em algumas partes de acordo com os pontos turísticos de Veneza.

Em uma cidade totalmente rodeada por água, as paisagens são simplesmente incríveis e se estiver um lindo dia de sol, prepare-se para passeios inesquecíveis. Para quem gosta de misturar turismo com moda, Veneza tem seus encantos e conta sua história através da moda no Museo di Palazzo Mocenigo, que também é um dos palácios mais cheirosos que já visitei (já que ele também aproveita para contar um pouco sobre o perfume), e no museu da renda – o Museo del Merletto – que fica na ilha de Burano. Ahh, as ilhas de Veneza, muito se engana quem esquece ou não conhece as várias pequenas ilhas como Murano, Burano e Lido, que também rendem ótimos passeios.

Pontos Turísticos em Veneza | ItáliaAo visitar uma cidade pela primeira vez, é impossível não pensar em seus principais pontos turísticos, quem vai à Veneza pela primeira vez precisa conhecer a Piazza San Marco, a Basílica de San Marco (exemplo da arte bizâtina) e o Palazzo Ducale, e o melhor de tudo é que todos eles estão no mesmo lugar. Para quem gosta do lado cultural e histórico da cidade, Veneza tem vários palácios e museus repletos de história. O Museo Correr e o Ca’Rezzonico também são dois palácios que valem a visita, não esqueça de reservar um tempo para eles, pois todos eles possuem várias salas para serem visitadas.

A Basílica de San Marco, o Palazzo Ducale e o Museo Correr são todos na Piazza San Marco, ótimos para se visitar seguidamente. Mas reserve tempo para o Palazzo Ducale e o Museo Correr, esse último tem um percurso integrado com o Museo Archeologico Nazionale e a Sale monumentali della Biblioteca Nazionale Marciana, ou seja, se você quer visitar os museus, não é algo que você vai fazer em meia hora.

• Basílica San Marco:Basílica de San Marco - Veneza | ItáliaEndereço: San Marco, 328, Venezia, Itália | Horário: 09:45 – 16:45h

• Palazzo Ducale (Dodge’s Palace):Palazzo Ducale em Veneza | ItáliaCom os tetos super trabalhados e repletos de obras de arte, o Palazzo Ducale é um lindo palácio na Piazza San Marco.

Endereço: Piazza San Marco, 1, Venezia, Itália | Horários:  08:30 – 19:00h (abril a outubro) / 08:30 – 17:30h (novembro a março). Lembre-se que a entrada fecha uma hora antes do horário final e não é possível mais visitar os monumentos, isso funciona em praticamente todos eles. | Preço da entrada: 16 euros

• Museo Correr, Museo Archeologico Nazionale e a Sale monumentali della Biblioteca Nazionale Marciana: Museo Correr em Veneza | ItáliaO Museo Correr em Veneza é um palácio lindo e junto com o percurso integrado com o Museo Archeologico Nazionale e a Sale monumentali della Biblioteca Nazionale Marciana é enorme, você saí de um e já entra no outro sem nem perceber.

Endereço: Piazza San Marco, 52, Venezia, Itália. | Horários:  10:00 – 19:00h (abril a outubro) / 10:00 – 17:00 (novembro a março) | Preço da entrada:  16 euros

Para quem gosta de visitar os palácios e museus, existe o Museum Pass que inclui os museus cívicos de Veneza em um único passe que é válido por seis meses e você pode visitar cada um dos museus uma vez. Esse passe tem o valor de 24 euros e você pode comprar em qualquer um dos museus que fazem parte do Museum Pass de Veneza, em alguns dias publico um post só sobre o passe para explicar melhor. Mas se você pretende visitar vários museus cívicos durante sua estada em Veneza, o valor do Museum Pass já compensa as visitas.

Se perder nas pequenas ruelas de Veneza também é um dos principais programas turísticos da cidade, andar próximo aos pontos turístico que estiver visitando e descobrir as joias escondidas de Veneza, aquela rua que não é tão conhecida mas que pode ter uma pequena ponte super charmosa, nada que um GPS no celular não resolva, afinal, é sempre bom achar o caminho de volta no final do dia. Apenas cuidado com os becos super estreitos, geralmente eles não levam a lugar algum e são sem saída.

Leia aqui a segunda parte: Pontos Turísticos de Veneza – Parte 2

Museum Pass de Veneza: Pague menos para visitar os pontos turísticos da cidade.

 

Quer mais sobre a Itália? Assista ao meu Guia de Viagem para Sirmione no Lago di Garda.