Comfort wear e a moda fitness

conf wear

A quarentena segue no Brasil e, apesar de alguns afrouxamentos no isolamento social, é muito provável que a população permaneça em casa por mais tempo.

Inclusive, muitos escritórios e empresas estão percebendo algumas vantagens do home office e podem aderir à modalidade de trabalho, mesmo quando o país entrar no chamado “novo normal”.

Com tanto tempo em casa, principalmente em momentos de trabalho, as pessoas rapidamente perceberam que ficar de pijama durante todo o dia não é a melhor ideia.

Seja pela autoestima e saúde mental ou pela própria produtividade, que é diretamente afetada pelo vestuário. 

A partir do momento em que o pijama remete ao sono, é fácil para o cérebro confundir os conceitos e não acordar totalmente, enquanto a roupa continuar a mesma. 

Nesse contexto, a tendência de comfort wear, que já vinha crescendo nos últimos anos, ganhou ainda mais força e as peças de roupa fitness acabam sendo grandes aliadas. 

O que é o comfort wear

Conf wear
fotos: Livre e Leve

Por volta de 2018, o conforto ganhou lugar de destaque nas passarelas do todo o mundo. 

Aos poucos, os consumidores de moda, inclusive os mais assíduos e fashionistas, conseguiram passar para o mercado a mensagem de que o bem-estar deveria também ser priorizado.

É importante estar bonito, mas também é essencial se sentir bem. A partir desse conceito, o comfort wear, que nada mais é do que uma moda confortável, tem ganhado bastante atenção.

Uma das maiores tendências desse estilo é o uso de tênis esportivo em outros contextos para além da atividade física.

O calçado vem sendo usado, inclusive, em ambientes de trabalho, no qual o sapato de salto alto costumava reinar.

Além disso, há também as roupas oversized, ou seja, de tamanho maior, bem mais largas que o número do manequim da pessoa. 

E, como dito anteriormente, a moda fitness – seja com o próprio tênis ou com a presença de calças legging estampadas no look – está marcando presença no comfort wear. 

Comfort wear e a moda fitness

Conf wear com legging

A moda fitness é focada no conforto e mobilidade do corpo, portanto, nada mais natural do que ser associada ao comfort wear. 

Algumas das maiores vantagens de utilizar peças desse segmento no dia a dia, além da possibilidade quase irrestrita de movimento, é o tipo de tecido – que, normalmente, permite a respiração da pele e a evaporação do suor.

Isso, por si só, já é um componente responsável por deixar o look muito mais confortável. 

Além disso, quando de qualidade, são roupas bem resistentes e por isso podem ser usadas por bastante tempo. 

O maior desafio, entretanto, é incorporar as peças fitness de maneira natural, sem deixar o visual muito informal. 

Por isso, a dica para implementar peças fit no comfort wear, sem abandonar a elegância, é misturá-las com outras roupas mais arrumadas. 

Não é raro ver fashionistas usando, por exemplo, uma legging, com tênis esportivo, uma blusa de malha básica e um blazer. O que poderia ser um look bem casual, ganha outra cara com a presença de casacos, blazers e bijuterias – como um maxi colar e anéis.  

Além disso, apostar em peças fit com acabamento de qualidade é outro passo importante, já que isso irá garantir mais sofisticação à roupa, sem que remeta à academia ou atividades físicas. 

Essa é apenas uma das formas possíveis de inserir o comfort wear no dia a dia.

Como dito, cada vez mais existem mais adeptas ao estilo. Mesmo durante o isolamento, estar arrumada para o trabalho, é essencial para impulsionar a produtividade na rotina.

Sem contar nas inúmeras videochamadas, na qual a profissional deve se vestir de maneira adequada, já que poderá falar com chefes, possíveis clientes, parceiros de negócios etc.

Dessa forma, o comfort wear vai se adaptando às necessidades e diferentes realidades. Independente de como se apresenta, a única regra é ser confortável.

Post Colaborativo com Experta Media.