Como descobrir o tamanho certo do sutiã

Como saber o tamanho do sutiã

Uma pesquisa da Associação Britânica Osteopathic revelou que 80% das mulheres no Reino Unido utilizam o tamanho errado do sutiã, e 70% delas optam por números menores do que deveriam. 

O problema é mais comum do que se imagina, pois se repete em diversos países e culturas. Muitas mulheres não pesquisam a fundo sobre o tamanho da peça e escolhem alguma que deixe os seios bonitos e não seja muito desconfortável. 

Mas um sutiã de tamanho errado pode trazer diversas implicações negativas para quem usa, inclusive para a saúde. Dessa forma, descobrir o tamanho adequado é fundamental. 

Problemas de usar um sutiã errado

Descobrir o tamanho do sutiã

Além de incomodar, uma lingerie do tamanho errado pode ser nociva para a saúde e o bem-estar. 

Após um dia inteiro com um sutiã inadequado é comum que muitas mulheres se sintam cansadas e com o humor afetado. 

Além de marcar a pele, um sutiã apertado pode atrapalhar na postura, na circulação sanguínea e limitar consideravelmente os movimentos do corpo. 

Por outro lado, uma peça larga demais não oferece a sustentação adequada o que, por sua vez, também pode intensificar dores nas costas e outros problemas. 

No entanto, diversos tamanhos, modelagens e estilos estão disponíveis para atender a cada um dos perfis de mulher.

A lingerie plus size, por exemplo, voltada a um público que tradicionalmente enfrenta dificuldades para achar numeração, vem dominando os estoques das lojas nos últimos anos.

Esse é um mercado que se atualiza e inova o tempo todo para suprir as necessidades da clientela. Dessa forma, não há desculpas para que mulheres continuem a usar sutiãs de tamanhos errados.

Atenção às medidas

Medidas de sutiã

Muitas mulheres compram sutiãs de tamanho errado porque têm dificuldades de saberem qual é o seu manequim.

E isso se complica ainda mais porque, em geral, as lojas não permitem que peças íntimas sejam provadas.

Mas existem tabelas e dicas que ajudam a evitar equívocos e fazer uma medição para descobrir a numeração correta.

É importante lembrar que cada sutiã contém um número, além de um manequim próprio para a taça – que é a parte que reveste os seios. 

O número da peça pode variar entre 36 e 60. Já a taça corresponde às letras A, B, C, D e E, sendo a última, a maior. 

Para descobrir o tamanho adequado, é preciso que a mulher meça a largura do seu tórax, que corresponde ao entorno da área logo abaixo dos seios.

A fita métrica deve ser posicionada bem justa ao corpo para que cada centímetro seja aferido corretamente. 

A região do tórax pode ser vista na seguinte imagem:

Após se obter a circunferência do tórax, deve-se fazer a sua correspondência com os tamanhos das peças, conforme tabela abaixo:

TamanhoTórax (cm)
3659 – 62 cm
38 – 4063 – 67 cm
4268 – 72 cm
4473 – 77 cm
4678 – 82 cm
4883 – 87 cm
5088 – 92 cm
5293 – 97 cm
5498 – 102 cm
56103 – 107 cm
58108 – 112 cm
60113 – 117 cm

Agora, para saber a medida da taça, é preciso tirar a circunferência do busto, que é a região mais proeminente do seio, como mostra a foto:

Assim como no tórax, há uma correlação entre a medida do busto e o tamanho da taça. 

  • Tórax 36: Taça A (busto de 70 – 74 cm); Taça B (75 – 78 cm); Taça C (79 – 82 cm); Taça D (83 – 86 cm) e Taça E (87 – 90 cm).
  • Tórax 38 – 40: Taça A (busto de 74 – 78 cm); Taça B (79 – 82 cm); Taça C (83 – 86 cm); Taça D (87 – 90 cm) e Taça E (91 – 94 cm).
  • Tórax 42: Taça A (busto de 78 – 82 cm); Taça B (83 – 86 cm); Taça C (87 – 90 cm); Taça D (91 – 94 cm) e Taça E (95 – 98 cm).
  • Tórax 44: Taça A (busto de 82 – 86 cm); Taça B (87 – 90 cm); Taça C (91 – 94 cm); Taça D (95 – 98 cm) e Taça E (99 – 102 cm).
  • Tórax 46: Taça A (busto de 86 – 90 cm); Taça B (91 – 94 cm); Taça C (95 – 98 cm); Taça D (99 – 102 cm) e Taça E (103 – 106 cm).
  • Tórax 48: Taça A (busto de 90 – 94 cm); Taça B (95 – 98 cm); Taça C (99 – 102 cm); Taça D (103 – 106 cm) e Taça E (107 – 110 cm).
  • Tórax 50: Taça A (busto de 94 – 98 cm); Taça B (99 – 102 cm); Taça C (103 – 106 cm); Taça D (107 – 110 cm) e Taça E (111 – 114 cm).
  • Tórax 52: Taça A (busto de 98 – 102 cm); Taça B (103 – 106 cm); Taça C (107 – 110 cm); Taça D (111 – 114 cm) e Taça E (115 – 118 cm).
  • Tórax 54: Taça A (busto de 102 – 106 cm); Taça B (107 – 110 cm); Taça C (111 – 114 cm); Taça D (115 – 118 cm) e Taça E (119 – 122 cm).
  • Tórax 56: Taça A (busto de 106 – 110 cm); Taça B (111 – 114 cm); Taça C (115 – 118 cm); Taça D (119 – 122 cm) e Taça E (123 – 126 cm).
  • Tórax 58: Taça A (busto de 110 – 114 cm); Taça B (115 – 118 cm); Taça C (119 – 122 cm); Taça D (123 – 126 cm) e Taça E (127 – 130 cm).
  • Tórax 60: Taça A (busto de 114 – 118 cm); Taça B (119 – 122 cm); Taça C (123 – 126 cm); Taça D (127 – 130 cm) e Taça E (131 – 134 cm).

Dessa maneira, o tamanho do sutiã junta as medidas do tórax com as da taça ideal, podendo ser 38A, 42B, 56C, entre outros.

Tais valores representam uma média. De maneira geral, cada loja de lingerie possui sua própria tabela, que normalmente pode ser encontrada no respectivo site. Mas os números não costumam fugir muito dessas referências. 

Com os centímetros do tórax e do busto memorizados, é muito mais fácil encontrar o sutiã adequado e evitar problemas na postura, na circulação, no humor e, assim, aproveitar melhor os dias. 

Post Colaborativo com Experta Media.